C3 Picasso é a versão francesa do Soul

por Fábio Doyle 24/05/2011 16:41

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
None (foto: Divulgação)

Exatamente por isso, mais clean, com personalidade urbana e preço mais acessível, o C3 Picasso chega para conquistar o consumidor que busca um carro que seja ao mesmo tempo moderno e racional. O foco são famílias jovens, bem sucedidas e a meta é aumentar em pelo menos 1.000 unidades por mês as vendas Citroën no país, informou Nivea Ferradosa, diretora de marketing da Citroën do Brasil.

 

A exemplo do Aircross, que caiu no gosto do consumidor, C3 Picasso também deve agradar em termos de estilo e design. Ele entra para disputar espaço com o VW Spacefox, o Chevrolet Meriva, o Kia Soul, o Fiat Idea e o Nissan Livina. São esses os seus concorrentes diretos, segundo a Citroën do Brasil. A meta da montadora é conquistar 10,3% do market share desse segmento.

 

O cubo estilizado e com soluções de estilo horizontalizadas para quebrar seu aspecto de verticalizado é o formato ideal para um carro que prioriza o espaço interno. Como é mais baixo em 30 milímetros em relação ao Aircross, não tem o pneu estepe aparente e nem os acessórios externos do seu irmão “off Road”, o C3 Picasso transmite a impressão de ser menor. Mas é só impressão, as dimensões são as mesmas e oferece espaço para passageiro e carga condizente com o seu porte médio/compacto.

 

O C3 Picasso chega ao mercado com sete opções de cores de carroceria: Blanc Banquise (branca), Gris Aluminium (prata), Rouge (vermelha), Perla Nera (preta), Gris Cendré (champanhe), Grafito (grafite) e a inédita Bleu Bourrasque (azul).

 

Nas três versões, o banco traseiro é rebatível em 1/3 ou 2/3. O porta-malas tem volume de carga de 403 litros (VDA) em posição normal ou 1.500 litros com os bancos traseiros rebatidos.

 

O interior é revestido com acabamento que aparenta resistência e boa qualidade, os instrumentos são ergonômicos e o volante oferece regulagens de altura e profundidade. O C3 oferece tecnologia de ponta em termos de som e informações digitais, que chega ao GPS incorporado ao painel. Quem quiser pagar o preço de todos os opcionais pode ter C3 bem completo e tecnologicamente avançado em conforto e segurança.

 

Em três versões de acabamento o C3 Picasso é equipado com 1.6 16V Flex com quatro cilindros, que oferece desempenho de 113 cv de potência a 5.800 rpm com álcool e 110 cv a 5.800 rpm com gasolina.

 

O C3 Picasso chega com duas opções de câmbio. O manual é de série para todas as versões e o automático é opcional para as duas superiores.

 

A caixa de câmbio manual é de cinco velocidades à frente e a automática seqüencial tem quatro marchas, com opção de modo esportivo. Nos cerca de 70 quilômetros que nossa reportagem rodou pelo trânsito urbano de São Paulo, em nosso primeiro contato com o C3 Picasso equipado com câmbio automático, a conclusão é que se fôssemos comprar o carro optaríamos pela manual. A automática não respondia bem nas retomadas e diante de solicitações mais exigentes a troca incessante das marchas incomodou.

 

O pneu que equipa o C3 Picasso é o Pirelli P7, de dimensão 195/55 R16 87V.

 

Nas versões GLX e Exclusive, os pneus são montados em roda de liga leve e na versão GL as rodas são de aço com calotas.

 

O Citroën C3 Picasso será oferecido em três versões de acabamento. São elas:

 

• GL 1.6 16V FLEX – A versão de entrada conta com equipamentos de série como direção assistida, ar condicionado, computador de bordo, vidros dianteiros e retrovisores externos com acionamento elétrico, chave Plip com comando de abertura das portas, aviso de não utilização do cinto de segurança do motorista, programação de travamento automático das portas com o veículo em movimento e porta-malas com travamento elétrico, entre outros. Seu preço sugerido é R$ 47.990,00.

 

• GLX 1.6 16V FLEX BVM (Câmbio Manual)– Além dos equipamentos presentes na versão GL, possui de série rodas de liga leve; vidro dianteiro para condutor com dispositivo "um toque" e antiesmagamento; vidros traseiros elétricos; faróis de neblina dianteiros; regulagem de altura do banco do motorista; Rádio/CD Player com comando no volante, MP3 e entrada para iPod; mesas "tipo aviação" para os bancos traseiros; banco do motorista com regulagem manual de altura; bancos dianteiros com bolsa porta-revista; indicador de temperatura externa no rádio; travamento elétrico para vidros traseiros no painel; entre outros. Seu preço básico sugerido é R$ 50.400. Como opcional, airbag duplo frontal.

 

• GLX 1.6 16V BVA (Automático) – Além dos equipamentos presentes na versão GLX BVM, possui de série sistema de freios com ABS + EBD e acendimento automático do pisca alerta em caso de frenagem de urgência. O preço sugerido é R$ 53.900. Como opcional, airbag duplo frontal.

 

• Exclusive 1.6 16V FLEX BVM (Manual) e Exclusive 1.6 16V Flex BVA (Automático) - Além dos equipamentos presentes na versão GLX BVA, possui de série ar condicionado digital, revestimento dos bancos em couro/3D, Rádio Pioneer for Citroën com kit viva voz Bluetooth, uma entrada USB + iPod, airbag duplo (frontal), piloto automático e limitador de velocidade, volante revestido em couro, sensor de estacionamento traseiro, acendimento automático de faróis, pára-brisa com sensor de chuva, apoio de braço central dianteiro (2), alarme (com 2 plips de abertura das portas à distância), manopla do câmbio esportivo ZAMAC, retrovisores exteriores cromados, entre outros. Os preços são R$ R$ 57.400 (manual) e R$ 60.400 (automático). Como opcionais a versão oferece airbags de tórax laterais dianteiros e sistema de navegação MyWay com tela colorida de 7”.

 

O Citroën C3 Picasso possui 3 anos de garantia. O Plano de Revisão Recomendada sugere intervalos de 10 mil quilômetros.

 

Mercado

 

De 2009 a abril de 2011, a média de emplacamentos mensais no segmento do monocabs médios compactos (incluindo aí, segundo critério da Citroën, também o VW Spacefox) foi de 8.419 unidades em 2009, 7.583 em 2010 e 8.205 nos quatro primeiros meses de 2011. Em 2009 a liderança foi do Chevrolet Meriva, com 33.339 unidades emplacadas. Já em 2010, quando houve queda de 10% nas vendas desse segmento, a liderança ficou com o Fiat Idea, com 25.830 unidades. Nos quatro primeiros meses deste ano, o líder é o VW Spacefox que, com 7.229 unidades registradas, está em empate técnico com o Fiat Idea (7.208). Para ter mais de 10% desse segmento, como deseja a Citroën, o C3 Picasso terá de vender cerca de 1.000 unidades por mês. O Aircross emplacou em 2011, até abril, uma média de 1.538 unidades por mês.

 

 

Últimas notícias

Comentários