Cirurgia plástica também no inverno

08/07/2011 14:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
None (foto: Divulgação)

Quem acha que só no verão o movimento nas clínicas de cirurgia plástica é maior, está enganado. Um exemplo é a plástica ocular, uma especialidade da oftalmologia que ajuda a rejuvenescer o olhar, aumentando a autoestima do paciente e contribui para a melhora da qualidade da visão.

 

No caso da plástica ocular, a procura é maior durante o inverno, pois é o período mais propício para um pós operatório confortável para o paciente. Nos meses de frio, exposição ao sol é menor, o que facilita a recuperação do paciente. Além disso, as baixas temperaturas ajudam a diminuir incidências de inchaços e roxidão.

 

A plástica ocular pode ter a função estética ou reparadora. Apesar de ser mais comum o procedimento nos adultos, ela pode acometer a pessoas de todas as idades. E para entender os cuidados com a cirurgia de plástica ocular e as características do processo de cicatrização, realizamos uma entrevista com a dra. Luciana Carvalhaes, uma das especialistas em plástica ocular do centro de oftalmologia Biovisão:

 

Quais os pré requisitos para uma cirurgia de plástica de sucesso?

O sucesso de qualquer cirurgia, seja ela uma plástica ou não, depende de vários fatores, relacionados tanto aos profissionais envolvidos como também a fatores do paciente, como cicatrização, cuidados no pós operatório, existência de doenças crônicas como hipertensão e diabetes, entre outras. Além disso, depende principalmente de uma boa indicação, de um claro esclarecimento sobre o que o médico e o procedimento podem oferecer de melhora ao paciente, sobre uma conversa real a respeito das expectativas do paciente. A escolha por um profissional qualificado e de um ambiente cirúrgico adequado também são fundamentais. E antes da realização do procedimento tem que haver tempo e dedicação para conversar com o paciente, tirar suas dúvidas, esclarecer sobre o procedimento em si, tipo de anestesia, etc.

 

Como é o processo de cicatrização?

O processo de cicatrização pode ser basicamente divido em três fases: a primeira é a chamada fase inflamatória ou exsudativa, que começa tão logo a cirurgia acaba e dura pelas primeiras 48 a 72 horas. Nesta fase ocorre edema, rubor, calor local e vasodilatação. Ocorre a migração de neutrófilos para o local da cicatriz para combater agentes invasores e macrófagos para realizar a fagocitose de restos de materiais celulares. A segunda fase é chamada de proliferativa e demora cerca de 12 a 14 dias. Ocorre neo angiogênese, que é a formação de novos vasos, e produção de colágeno pelos fibroblastos com intensa migração celular, principalmente queratinócitos, promovendo a epitelização, e é por isso que nesta fase a cicatriz costuma a ser mais hiperêmica e de aspecto hipertrófico e fibroso. A terceira e última fase é chamada de fase de maturação ou de remodelação. Pode durar de meses a anos. Ocorre reorganização e remodelação das fibras de colágeno e a cicatriz adquire mais força tensil e empalidece se tornando mais clara, fina e esteticamente aceitável.

 

A médica Luciana Carvalhaes, da clínica Biovisão,
explica os procedimentos da cirurgia plástica nos olhos
 
 

 

Quais os cuidados com o pós operatório?

Fazer o repouso de acordo com as orientações médicas, evitar esforços físicos e carregar peso, realizar compressas frias de acordo com as orientações, evitar a exposição solar, higiene das mãos ao manipular a área cirúrgica, realizando o mínimo de manipulação local possível, entrar em contato médico ou procurar serviço de urgência se ocorrer sangramento excessivo, dor ocular intensa, febre, edema intenso que não melhora ao longo dos dias ou outra situação que julgar estranha.

 

Quando uma pessoa percebe a necessidade de realizar uma plástica ocular?

Quando se olha e se sente insatisfeita em relação a sua imagem, ou quando o excesso de pele palpebral gera sintomas, como sensação de peso em cima dos olhos, dores da região frontal, sensação de esforço para abrir os olhos ou diminuição de campo de visão superior. A presença de bolsas de gordura, principalmente na região da pálpebra inferior, gerando uma aparência e semblante de cansaço e envelhecimento também são motivos para a procura por este tipo de cirurgia. Ainda temos que lembrar das cirurgias plásticas palpebrais indicadas por mal posicionamento palpebral, tumores palpebrais, problemas nas vias lacrimais, entre outras.

 

Qual é o período de recuperação da cirurgia?

A primeira semana é geralmente a mais difícil por causa do edema e hematoma que podem surgir. Ao final da primeira semana já existe uma melhora considerável da aparência e é em torno desta data que retiramos os pontos, porém alguns cuidados ainda devem ser respeitados, pois a cicatriz não possui ainda toda a sua força tênsil. Depois do primeiro mês, praticamente já libero a paciente para todas as suas atividades do dia a dia e atividades físicas, porém com cuidado especial e orientações para evitar exposição solar por um período de cerca de 2 meses após a cirurgia. Lembrando também da importância do uso do protetor solar tanto na área da cicatriz como na face.

 

 

Veja o antes (esquerda) e depois da paciente Edna Maria Tonini Lopes
 
 

Últimas notícias

Comentários