Bio-Bug ou Rola Bosta

por Fábio Doyle 09/01/2012 14:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
None (foto: Divulgação)

O primeiro VW New Beetle movido a dejetos humanos já roda nas ruas de Bristol (Reino Unido) em uma ação considerada como um “avanço decisivo em direção à viabilização da energia sustentável”.

 

O Bio-Bug, como está sendo chamado, roda com gás metano gerado durante o processo de tratamento de esgotos sanitários. Os dejetos da descarga de apenas 70 residências de Bristol são suficientes para que um Bio-Bug rode cerca de 16 mil quilômetros.

 

 

 

A tecnologia foi desenvolvida por uma divisão da Companhia de Águas de Wessex, que importou equipamentos especiais para tratar o gás gerado no sistema de esgoto de Bristol em Avonmouth, de forma a permitir seu uso no VW Beetle sem alterar o desempenho do carro.

 

O volume de biogás produzido em Avonmouth é suficiente para mandar um carro até a lua e de volta 119 vezes ou rodar o planeta Terra 2.287 vezes – o Bio-Bug consome um metro cúbico de biogás a cada 8,53 km rodado.

 

Veja o ciclo de funcionamento do novo carro
 
 

 

A empresa de águas e esgoto de Bristol trata os dejetos de aproximadamente um milhão de pessoas que vivem em três cidades da região. Cerca de 18 milhões de metros cúbicos de biogás são produzidos por ano pelo sistema de tratamento daquela área urbana.

 

A índia e China são países que já usam gás natural comprimido (CNG) para abastecer veículos e na Suécia, mais de 11.500 veículos rodam com metano produzido em usinas de tratamento de esgoto.
 

Últimas notícias

Comentários