Cirque du Soleil emociona na volta a Belo Horizonte

por Rafael Campos - Revista do Correio 26/01/2012 10:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
None (foto: Divulgação)

Mais uma vez, a trupe canadense do Cirque du Soleil mostra a Belo Horizonte porque é a maior atração circense do mundo. O espetáculo Varekai, que está sendo apresentado aos mineiros até o dia 12 de fevereiro, na Pampulha, prima pela ousadia, ao desafiar os limites humanos, pela disciplina, ao surpreender os espectadores diante dos movimentos sincronizados e perfeitos, e pela simpatia dos integrantes, que empolga até mesmo os mais frios e avessos à magia do circo.

 

O mito de Ícaro, representado pelos artistas, eleva o status da apresentação à arte, quando o fazer rir se une à emoção, às lágrimas. A trupe e o espetáculo cumprem, e com louvor, a função primordial de um circo, o de tirar os espectadores de um mundo sistemático e burocrata para levá-los a uma outra dimensão, onde a fantasia e o fantástico são partes essenciais da vida.

 

Nos bastidores, a organização não deixa a desejar. A grande tenda cobre não apenas a área do palco, mas uma loja com artigos variados que levam a marca do circo: desde chaveiros a roupas bem trabalhadas, o público tem ótimas opções para levar uma lembrança para casa. Os banheiros são confortáveis, bem diferentes dos convencionais, geralmente instalados em shows e em outros grandes eventos na capital.

 

Para quem ainda não assistiu a Varekai, vai uma dica valiosa: procure chegar mais cedo, pois obras no córrego Sarandi, geram um congestionamento antes de chegar à avenida Clóvis Salgado, bairro Bandeirantes, endereço da tenda.

 

Assista a um trecho da apresentação:

 

Últimas notícias

Comentários