Construção da linha 3 do metrô é viável

Após 180 furos nos 4,5 quilômetros da Savassi à Lagoinha, sondagens efetuadas pela Metrominas encontram terreno favorável às obras

por Agência Minas 05/04/2013 14:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Mércia Lemos/Agência Minas/Reprodução
(foto: Mércia Lemos/Agência Minas/Reprodução)
Os trabalhos de sondagem da linha 3 do metrô, iniciados em setembro do ano passado, foram concluídos, de acordo com informações da Empresa Pública Trem Metropolitano de Belo Horizonte S/A (Metrominas), controlada pelo Governo de Minas. Foram realizados cerca de 180 furos, com profundidade média de 35 metros, nos 4,5 quilômetros que ligarão a Savassi à Lagoinha.

A análise do perfil geológico demonstrou que o trecho possui boa capacidade de suporte e é composto de solo local e rochas, o que viabiliza a implantação da via subterrânea. O projeto de engenharia, que será iniciado em breve, definirá a melhor técnica executiva de escavação diante do perfil encontrado.

Nesse trecho, a quantidade de furos, em média por quilômetro, foi de 40, ou seja, um furo a cada 25 metros. Os serviços servirão, essencialmente, para definir as metodologias de tunelamento (abertura de túneis), contenções a serem utilizadas em pontos específicos das linhas e estações e tipos de fundação.

Segundo o presidente da Metrominas, Fabrício Sampaio, as ações previstas na modelagem para a expansão e implantação das novas linhas do metrô estão acontecendo de forma exitosa, contando com a parceria do Ministério das Cidades. “Para os próximos dias, aguardamos a ordem de início para execução dos projetos de engenharia das linhas 1, 2 e 3 e também licitação dos estudos de transporte sobre trilhos entre Contagem e Betim”, comentou.

Sondagem nas linhas 1 e 2

Na linha 1, a única já existente e que faz a ligação da Estação Vilarinho ao Eldorado, os serviços de sondagem serão executados no trecho entre a estação Eldorado e o Novo Eldorado e serão iniciados nos próximos dias.

Já na linha 2, que fará a ligação do Barreiro ao Nova Suiça, os trabalhos já foram concluídos no trecho entre o Barreiro o Anel Rodoviário e, no momento, estão em andamento do Anel até a região do Nova Suiça.

“O conhecimento adequado das condições do subsolo do local onde deverá ser executada a obra, é fator essencial para a execução do projeto de engenharia, possibilitando desenvolver alternativas que levem a soluções tecnicamente seguras e economicamente viáveis”, analisou o diretor executivo da Metrominas, Diogo Prosdocimi.

Últimas notícias

Comentários