Câmara Municipal cria comissão para discutir problemas da Lagoa da Pampulha

por Da redação com Ascom/CMBH 11/04/2013 15:41

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Júnia Garrido/Encontro
(foto: Júnia Garrido/Encontro)
A Câmara Municipal de Belo Horizonte nomeou, na quarta-feira, dia 10 de abril, os membros da Comissão Especial que vai tratar da limpeza e do desassoreamento da Lagoa da Pampulha. A proposta é que os parlamentares discutam e proponham ações e políticas públicas para a requalificação ambiental da represa. Para os cargos de membros titulares foram escolhidos os vereadores Sérgio Fernando Pinho Tavares (PV), Elaine Matozinhos (PTB), Joel Moreira Filho (PTC), Iran Barbosa (PMDB) e Tarcísio Caixeta (PT).

De acordo com o vereador Sérgio Fernando Pinho Tavares, autor do requerimento que propôs a criação da comissão, “o objetivo é dar continuidade aos trabalhos iniciados na última legislatura”.  Ao longo de 2012, além de diversas reuniões com representantes do poder público e da sociedade civil, moradores e especialistas, a comissão especial da Lagoa da Pampulha da última legislatura chegou a acompanhar estudos e medições, além de realizar visitas técnicas.

Em março deste ano, uma audiência pública debateu o edital de desassoreamento da lagoa. Nessa reunião, Sérgio Tavares chegou a questionar pontos como o acondicionamento, o transporte e a destinação do material tóxico extraído no processo de desassoreamento, que, segundo ele, ainda precisam ser discutidos. Isso deve fazer parte das discussões da comissão especial.

Na primeira reunião, ainda sem data definida, os membros da comissão elegerão o presidente e o relator, além de definir datas para os encontros e as estratégias para atingir os objetivos propostos.

Últimas notícias

Comentários