Petróleo, gás e indústria naval em Minas

Em parceria com a Fiemg, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior quer ampliar número de empresas mineiras capazes de fornecer produtos e serviços nesse setor

por Da redação com Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior 17/04/2013 10:55

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Renato Weil/EM/D.A Press
(foto: Renato Weil/EM/D.A Press)
A secretária de Desenvolvimento da Produção do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Heloisa Menezes, lança, em Ipatinga, no Vale do Aço de Minas Gerais, o Plano de Desenvolvimento de Arranjos Produtivos Locais (APL's) para fortalecimento da competitividade e inserção das indústrias do estado na cadeia produtiva dos setores de petróleo, gás e naval.
 
“O grande esforço do governo federal para revitalizar a indústria naval brasileira já está nos possibilitando o aumento da competitividade das empresas de Minas Gerais e a agregação de valor a parte do minério que o estado exporta”, diz Fernando Pimentel, ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. No total, 30 empresas serão contempladas. O foco do projeto é o território que compreende o Vale do Aço, e serão beneficiadas as empresas que atuam nos setores metalmecânico e metalúrgico. Complementarmente, indústrias nas áreas de eletroeletrônico, metalmecânico e serviços de engenharia da região metropolitana de Belo Horizonte, que tenham sinergia com aquele território, também poderão ser favorecidas.

O benefício do governo federal se dará por meio de cursos e consultorias para melhorar a gestão administrativa e financeira e incentivar a inovação tecnológica. Para isso, estão previstas ações como mapeamento das oportunidades de fornecimentos de produtos e serviços; mapeamento do parque industrial mineiro com potencial de se tornar fornecedor do segmento; elaboração de material impresso e eletrônico; análise de inteligência sobre o mercado nacional e internacional; levantamento e implementação de projetos de desenvolvimento e inovação tecnológica, entre outras. As ações serão executadas a partir de convênio assinado entre MDIC e Instituto Euvaldo Lodi de Minas Gerais, com vigência até 2014.

Últimas notícias

Comentários