Um tigre no hospital

O animal, que vive no zoológico de Belo Horizonte, teve de fazer exames na UFMG

por Rafael Campos - Revista do Correio 29/04/2013 14:56

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Rodrigo Oliveira/Divulgação
O animal de 160 kg deu trabalho à equipe do hospital (foto: Rodrigo Oliveira/Divulgação)
Thor, de 13 anos, estava mancando muito, o que motivou sua ida ao hospital. Até aí nada de anormal, se ele não fosse um simpático tigre-siberiano (Panthera tigris altaica). O animal foi levado, na sexta-feira dia 26 de abril, ao hospital veterinário da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Thor é um dos moradores do zoológico de Belo Horizonte.

De acordo com a escola de veterinária da UFMG, o tigre, que pesa cerca de 180 quilos, esteve no hospital para realizar exames de imagem. Aliás, devido ao seu peso, não foi possível que ele passasse por um exame tomográfico. Os médicos-veterinários optaram, então, por submeter Thor a exames de radiografia digital. “Suspeitamos que ele tivesse artrose nos tarsos, mas isso não foi visualizado na radiografia”, diz o professor Renato César Sacchetto Tôrres, do Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinárias. Ainda segundo a equipe de veterinários, provavelmente o tigre possui uma lesão nos tecidos moles ou alguma lesão neurológica. O animal já retornou ao zoológico.

Consultada pela reportagem, a Fundação Zoobotânica de Belo Horizonte explica que esse tipo de atendimento é normal, e faz parte de uma parceria de longa data da instituição com a UFMG. Para se ter uma ideia, foi o Hospital Veterinário quem diagnosticou a doença do gorila Id Amin, morto em março de 2012.

Últimas notícias

Comentários