Expedição em prol do Rio das Velhas

Projeto percorre municípios mineiros que compõem a bacia desse importante afluente do rio São Francisco, levando informação sobre a importância da revitalização do rio e sua bacia

por Agência Minas 17/06/2013 14:31

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Semad/Divulgação
O rio das Velhas sofre há anos com assoreamento e poluição (foto: Semad/Divulgação)
A expedição Nadando com o Theo pelo Velhas chega, nesta semana, aos municípios de Baldim, Funilândia e Sete Lagoas, na região Central de Minas. A expedição percorre as cidades que fazem margem com o rio das Velhas, promovendo ações de educação e mobilização ambiental junto às comunidades. O projeto faz parte das ações do Projeto Estratégico do Governo de Minas – Meta 2014.

A ação conta com a ajuda do mascote Theo, o peixinho legal, símbolo da qualidade das águas e da revitalização das bacias hidrográficas de Minas Gerais, que percorrerá os municípios em um ato itinerante de educação ambiental e mobilização social, levando informações sobre a revitalização do rio e sua bacia.  De forma lúdica, o projeto pretende promover a mudança de comportamentos e de atitudes com a adoção de práticas ambientalmente corretas, dando a oportunidade para que a comunidade possa contribuir com a recuperação e preservação da bacia do rio das Velhas.

Na primeira etapa, realizada de 13 de maio a 21 de junho, a equipe de mobilização já percorreu os municípios de Várzea da Palma (Barra do Guaçuí), Lassance, Beltrão, Corinto, Augusto de Lima, Buenópolis, Santo Hipólito, Monjolos, Nossa Senhora da Glória, Curvelo, Morro da Garça, Presidente Juscelino, Cordisburgo, Santana do Pirapama e Jequitibá.

Atividades

Nadando com o Theo pelo Velhas permanece durante todo o dia no município, com a realização de ações educativas e de mobilização junto às escolas de ensino fundamental e médio. No período da noite, gestores públicos e comunidade também têm a oportunidade de acesso às informações sobre a importância da preservação e conservação da bacia do Velhas na Unidade Móvel Expresso das Ideias e nas tendas instaladas em pontos estratégicos, que servem como espaços de convivência.

A expedição percorrerá, até o final de 2013, 36 localidades da bacia hidrográfica do rio das Velhas apresentando o programa de educação ambiental Rio das Velhas Vivo. Fazem parte da apresentação do programa: o espetáculo infantil Aprendendo com o Theo, o Bate Papo Ambiental – Fala Peixe, com foco nos adolescentes, e o Roda de Prosa – Cantoria de Rio e Sertão, atividades educativas e música regional para todas as idades. A ação realiza, ainda, a distribuição de folders educativos, banners, camisetas e bonés.

A segunda etapa da Expedição será realizada em agosto e setembro de 2013 e percorrerá os municípios de Confins, Matozinhos, Lagoa Santa, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves, Vespasiano, Jaboticatubas, Santana do Riacho, Taquaraçu de Minas, Santa Luzia, Belo Horizonte, Sabará, Raposos, Nova Lima, Rio Acima, Itabirito e Ouro Preto.

Semad/Divulgação
Theo, o mascote do projeto (foto: Semad/Divulgação)
O mascote Theo


Nas margens do rio São Francisco, na Vila Afrânio, nasceu em 1937 o Sr. José Theodomiro de Araújo. Sua paixão pelo rio definiu os rumos da sua vida: formou-se em agronomia em 1959, foi nomeado para a Comissão do Vale do São Francisco em 1960 e explorou cada centímetro do vale e da cultura do seu povo até o final de sua vida. José Theodomiro acreditava na importância de sensibilizar a comunidade, tornando-a “cuidadores do rio”. Pela defesa do rio, recebeu a cidadania baiana e sergipana, além do título de Personalidade Símbolo do Vale do São Francisco, concedida pelo Governo Federal. Falecido em 4 de dezembro de 2003, era conhecido pelos barranqueiros como “O Velho do Rio”.

Diante dessa história foi criado o personagem Theo, o peixinho legal, que é o mascote da equipe estadual de fiscalização da pesca. Theo promove ações educativas e de mobilização social, destacando todas as pressões que a fauna aquática, a pesca, os cursos d’água e o meio ambiente têm sofrido, ameaçando a médio e longo prazo a extinção de muitas espécies. Agora, o mascote Theo trabalhará, também, com a equipe de mobilização do Projeto Estratégico Meta 2014 em uma aventura pela busca da preservação das águas da bacia hidrográfica do rio das Velhas e da conscientização ambiental de sua população.

Últimas notícias

Comentários