Jardim Japonês do zoológico de BH completa 5 anos

Criado em 2008, o espaço que lembra os tradicionais jardins do Japão recebe, em média, 50 mil visitantes por ano

por Da redação com Ascom/PBH 20/06/2013 13:52

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Renato Weil/EM/DA Press
(foto: Renato Weil/EM/DA Press)
O Jardim Japonês da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte completa 5 anos de existência – foi inaugurado em 16 de junho de 2008 – com a marca de mais de 260 mil visitantes, uma média anual de mais de 50 mil pessoas. Ele fica dentro do Jardim Zoológico e é um espaço contemplativo, com o intuito de integrar o ser humano ao mundo natural.

No Jardim Japonês o público confere composições arquitetônica, paisagística, artística e religiosa que se somam, e levam ao conhecimento de parte da cultura milenar do país do sol nascente, que preza a beleza, a harmonia e uma relação próxima com a natureza e com o universo. Alguns elementos são bastante representativos da cultura nipônica, entre eles, o torii (portal de entrada), dois torôs (lanternas de pedra), a taiko bashi ou ponte e a sukiya (casa de chá).

O espaço fica aberto às terças, das 9h às 12h e das 13h30 às 16h30, para atividades agendadas, e às quartas, domingos e feriados, nos mesmos horários, com atendimento por ordem de chegada.

História

O jardim começou a ser construído em outubro de 2007, em uma área nobre de 5 mil metros quadrados e tem projeto paisagístico inspirado nos jardins existentes no Japão, incluindo um lago com carpas coloridas, cascatas artificiais, árvores típicas como o pinheiro oriental, a cerejeira, a azaleia e o bambu, pontes e lanternas ornamentais, além da tradicional casa de chá.

Últimas notícias

Comentários