Prefeitura entrega primeiros jardins de Burle Marx restaurados

Já estão finalizadas as obras dos jardins do Museu de Arte e da Casa do Baile. Restauração faz parte do projeto Pampulha Patrimônio da Humanidade

por Da redação com assessorias 03/07/2013 18:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Nathalia Turcheti/Divulgação
Os jardins da Casa do Baile estão com o paisagismo original de Burle Marx (foto: Nathalia Turcheti/Divulgação)
No ano em que completa 70 anos, o conjunto arquitetônico da Pampulha, que está tentando se tornar patrimônio da humanidade, recebe dois dos cinco jardins de Burle Marx restaurados ao estado original. Na primeira etapa foram entregues as áreas do Museu de Arte e da Casa do Baile.

A restauração dos jardins Burle Marx prevê o resgate dos projetos paisagísticos originais, contratados pelo então prefeito de Belo Horizonte, Juscelino Kubitscheck, na década de 1940, em conjunto com os projetos arquitetônicos da Lagoa da Pampulha. As obras estão sob responsabilidade do arquiteto urbanista e paisagista Ricardo Lana, que diz se basear na recuperação do desenho original dos jardins, "deixando-os em reciprocidade visual com o projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer".

Sob os cuidados da Fundação Municipal de Cultura, ainda serão entregues outros três jardins projetados pelo paisagista paulista Burle Marx: na Igreja São Francisco de Assis, na Casa Kubitschek e na praça Dalva Simão. O prazo de conclusão é de um ano. Essas ações fazem parte do plano da prefeitura de transformar o conjunto arquitetônico da Pampulha em Patrimônio Cultural da Humanidade, título concedido pela Unesco.

Últimas notícias

Comentários