New Fiesta Sedan ou Mini Fusion?

O novo modelo da Ford tem aparência que lembra, e muito, o sedã maior, que é o carro-chefe da empresa

por Fábio Doyle* 05/07/2013 14:27

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
(foto: Divulgação)
CAMPOS DO JORDÃO (SP) - Importado do México, a Ford lançou a versão sedã do New Fiesta. Seu design de linhas fluidas e aerodinâmicas revela, desde o primeiro contato visual, que o New Fusion – sedã grande da Ford - foi sua fonte de inspiração. Quem lembrou isso foi Oswaldo Ramos, gerente geral de marketing da Ford, durante a apresentação do produto.

O lançamento do New Fiesta Sedan 2014 no Brasil acontece simultaneamente com a chegada do modelo na América do Norte. Ele chega em duas versões de acabamento, SE e Titanium, ambas equipadas com motor flex (gasolina e etanol) Sigma 1.6 TiVCT de 130 cv, com sistema de partida a frio "Ford Easy-Start" (dispensa o tradicional “tanquinho” de gasolina usado nos veículos flex) e a opção de transmissão manual ou automática PowerShift.

A frente aerodinâmica do New Fiesta Sedan é sutilmente mais alongada do que a do hatch. É uma diferença quase imperceptível, só notada colocando os dois lado a lado.

Diferentemente de um três volumes convencional, como são chamados os sedãs, o New Fiesta exibe uma traseira alta e curta que remete aos cupês esportivos. O porta-malas tem capacidade de 465 litros e aumenta em 437 mm o comprimento do sedã (que mede 4.406 mm) quando comparado ao modelo hatch. Ele perde em capacidade de carga do porta malas e também do espaço no banco traseiro para o Honda City, seu principal concorrente, segundo Ramos. Em compensação, acrescenta, o New Fiesta Sedan vem bem mais equipado que o concorrente da Honda em itens de segurança e tecnologia, além de ter preço menor. A versão top do New Fiesta sedã chega com preço sugerido de R$ 58.990 enquanto a do Honda City sai por R$ 60.450.

No interior o painel é igual ao da versão hatch em estilo “cockpit”. Duas opções de transmissão estão disponíveis para o modelo: a manual de cinco velocidades e a PowerShift, que é "duas em uma": ou seja, reúne as funções automática e manual no mesmo equipamento, conforme o desejo do condutor.A PowerShift, com seis velocidades, utiliza a tecnologia de dupla embreagem, que permite trocas muito mais rápidase sem perda de torque.

Com potência de 130 cv e 125 cv, respectivamente, com etanol e gasolina, o New Fiesta Sedan atinge a velocidade máxima de 190 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em 12,1 segundos com etanol.

No consumo, é o único automático da categoria com o selo A de eficiência do Inmetro/Conpet, ressalta Ramos. A versão PowerShift faz 7,9 km/l com etanol e 11,4 km/l com gasolina na cidade. Na estrada, roda 9,9 km/l com etanol e 13,9 km/l com gasolina. Na versão manual, seu consumo é de 8,0 km/l com etanol e 11,2 km/l com gasolina na cidade, e de 9,7 km/l com etanol e 14,1 km/l com gasolina na estrada.

A segurança é um dos pilares do projeto do New Fiesta, atestada pelos resultados de testes internacionais, como Euro NCAP, Latin NCAP e Insurance Institute for Highway Safety, que o classificaram com o padrão mais alto da categoria tanto na proteção de adultos como de crianças, informa Ramos.

Ele vem com duplo airbag e freio ABS de série e também oferece um conjunto de sete airbags na versão Titanium: dois dianteiros, dois laterais, dois de cortina e um de joelho para o motorista. Conta ainda com sistema Isofix para a fixação de cadeiras infantis. Resta agora que cadeiras infantis acopláveis ao sistema Isofix sejam homologadas no Brasil pelo Inmetro. Coisas de Brasil!



Na segurança ativa, o New Fiesta Sedan traz controle eletrônico de estabilidade e tração (sistema AdvanceTrac), que atua junto com o freio ABS e sensores nas rodas, carroceria, volante e barra de direção para corrigir a trajetória do veículo em situações críticas, como pista molhada, frenagem brusca ou manobras de emergência.

O assistente de partida em rampa evita o deslizamento do carro na saída em ladeiras, seja de frente ou de ré. Quando se tira o pé do freio, ele mantém o carro parado por até três segundos, dando tempo ao motorista de acionar o acelerador. O acendimento automático das luzes de emergência é outro recurso de segurança que entra em ação em frenagens bruscas, alertando os motoristas que vêm atrás.

O New Fiestatraz o sistema multimídia SYNC, com comandos de voz em português, que permite acesso ao telefone celular por conexão Bluetooth para a realização de chamadas sem a necessidade de usar as mãos, transforma mensagens de texto em áudio, realiza transferência automática de agenda e toca músicas do celular. Além de tocador de CD/MP3, tem conexão para iPod, USB e seis alto-falantes.

A chave de segurança MyKey é outro item de tecnologia avançada do New Fiesta Sedan. Ela permite programar a velocidade máxima, o volume do som, disparar avisos sonoros e impedir o desligamento dos sistemas de assistência ativa quando o carro é usado por outra pessoa. A programação é feita na própria chave usando a tela do SYNC.

Ele também vem equipado de série com ar-condicionado digital, travas e vidros elétricos com fechamento global e alarme volumétrico.

No pacote Conforto Titanium, o New Fiesta Sedan oferece controle automático de velocidade, sensor de estacionamento traseiro, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis e espelho retrovisor interno eletrocrômico.

A Ford tem planos de vender cerca de 1.000 unidades do New Fiesta Sedan por mês. Essa versão chegar para complementar a linha New Fiesta, que tem na versão hatch o seu “carro chefe” de vendas, explica Ramos. Ele conta que em junho o New Fiesta hatch emplacou 6.010 unidades no Brasil, tornando-se o líder do segmento de hatches compactos com motor acima de 1.0.

Ramos lembra também que "enquanto nos compactos concorrentes as versões automáticas respondem por cerca de 10% das vendas, no New Fiesta Hatch a transmissão PowerShift já atingiu o dobro disso”.

Opções e preço

O modelo SE já vem equipado com direção elétrica, vidros elétricos com abertura e fechamento global, freio ABS, duplo airbag, sistema AdvanceTrac com controle eletrônico de estabilidade e tração e assistente de partida em rampa, ar-condicionado digital e sistema SYNC com comandos de voz em português. Ele parte de R$49.990 na versão manual e com a transmissão PowerShift sai por R$53.640.

O modelo topo de linha Titanium oferece também: 7 airbags, bancos e volante em couro, rodas de liga leve de 16 polegadas, controle automático de velocidade, sensor de estacionamento traseiro, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, espelho retrovisor interno eletrocrômico e pacote de acabamento Titanium (painel central em "black piano" e grade dianteira cromada). Ele chega com preço de R$55.340 com câmbio manual e de R$58.990 na versão PowerShift.
O carro oferece sete opções de cores: azul Califórnia, vermelho Arizona, vermelho Vermont, branco Ártico, preto Bristol, prata Dublin e cinza Berlim.

A garantia para esse carro é de três anos e tem revisões com preço fixo até os 60.000 km. Esse preço pode ser menor com o programa de descontos progressivos da Ford para os clientes que seguem o cronograma de manutenção recomendado, lembra Ramos.



* O jornalista viajou a convite da Ford do Brasil

Últimas notícias

Comentários