Governo de Minas inicia obras do novo campus da Uemg em dezembro

A nova sede da universidade será instalada no bairro Cidade Nova, em BH, e a primeira estrutura a ser iniciada é a da Escola de Música

por Agência Minas 26/08/2013 11:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Renato Cobucci/Imprensa MG
O reitor Dijon Moraes (esq.) e secretário de estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, apresentam a nova sede da Uemg (foto: Renato Cobucci/Imprensa MG)
O secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) Narcio Rodrigues e o reitor da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), Dijon Moraes Júnior, anunciaram na última semana a abertura do processo licitatório da construção da primeira fase do campus sede da universidade no Complexo da Cidade da Ciência e do Conhecimento, no bairro Cidade Nova, em Belo Horizonte. O início das obras está agendado para dezembro deste ano. Serão investidos R$ 52 milhões nesta etapa e, segundo o Departamento Estadual de Obras Públicas, que gerenciará a construção, as obras têm previsão de durar um ano e meio.

"Hoje é um dia de muita alegria para toda a equipe e envolvidos neste processo da Uemg, em que posso anunciar que os recursos para o início das obras do novo campus estão assegurados pelo Governador Antonio Anastasia. O prédio da Escola de Música será a primeira estrutura a marcar a construção do campus da universidade e tenho certeza de que, no futuro, esse será um centro de referência da produção e difusão do conhecimento. Portanto, a Uemg será a grande âncora para amparar o nosso propósito de transformar aquela região em um polo de difusão da cultura, ciência, tecnologia, conhecimento e pesquisa a serviço do cidadão", assegurou Narcio Rodrigues.

Segundo o secretário, será entregue um plano diretor para reestruturação de toda a universidade, contribuindo para que ela se consolide como uma das maiores instituições de ensino superior do Estado. Para isto, foi feito um amplo levantamento pela Unidade de Gestão de Obras da Sectes que mapeou as atuais condições dos campi das unidades da Uemg espalhados pelo estado. A partir daí serão identificadas as obras de adequação e qualificação de cada sede.

"Estamos criando toda uma infraestrutura para assegurar comodidade e condições adequadas de aprendizagem para todos os alunos da Uemg, que devem saltar dos atuais 5.700 para mais de 18 mil após o processo de reestruturação", afirmou Narcio. Esta ampliação se dará após a conclusão do processo de estadualização das fundações associadas, localizadas nos municípios de Campanha, Carangola, Diamantina, Divinópolis, Ituiutaba e Passos.

Em outubro, será lançado o terceiro edital para venda do terreno da Uemg na avenida José Cândido da Silveira e os recursos serão destinados para construção das próximas etapas do campus.

O reitor da universidade, Dijon Moraes Júnior, destacou o anúncio do governo de Minas como um novo momento para a história da Uemg. "É um sonho de vários anos que será realizado e vai deixar um importante legado para várias gerações", comenta o reitor.
José Carlos Paiva/Divulgação
O terreno onde será construído o novo campus da Uemg fica na Cidade Nova e tem 90 mil m² (foto: José Carlos Paiva/Divulgação)

Casa nova

O governador Antonio Anastasia, também na última semana, determinou o início imediato do processo de licitação para a construção da primeira etapa do campus-sede da Uemg, com a Escola de Música. Em um segundo momento, será erguido o prédio que abrigará a Faculdade de Educação. Segundo o governo do estado, o projeto executivo das obras já está pronto e contempla, ainda, a construção da Faculdade de Políticas Públicas, um bloco onde será feita a ampliação da Escola Guignard, a reitoria, biblioteca, restaurante, teatro de arena e área de convivência. A circulação diária prevista no campus é de 3 a 4 mil pessoas, entre funcionários, professores e alunos.

O terreno é de 90 mil metros quadrados e a área a ser construída de 48.496 metros quadrados. O estacionamento terá capacidade para 820 vagas. A construção do campus-sede da Uemg faz parte do projeto de expansão do ensino superior de Minas. Para o reitor Dijon Moraes Júnior, a Escola de Música da Uemg desenvolve um trabalho exemplar de ensino, pesquisa e extensão. "A Escola de Música e a Faculdade de Educação muito nos honra e engrandece a missão da nossauniversidade. A construção do campus é o reconhecimento do papel social que a escola cumpre", afirmou.

Últimas notícias

Comentários