Futebol comemora 150 anos

Apesar de ter surgido na Inglaterra, em 1863, o esporte se tornou a cara do Brasil

por Agência Minas 28/10/2013 12:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Yuri Edmundo/D.A Press
A seleção do Taiti (esq.) marcou história ao fazer seu primeiro gol em evento oficial da Fifa, no Mineirão, durante a fase de grupos da Copa das Confederações 2013 (foto: Yuri Edmundo/D.A Press)
A expectativa pela grande vitória, o grito de gol preso na garganta, a explosão de alegria unindo desconhecidos sob uma mesma bandeira. No último sábado, dia 26, foram comemorados os 150 anos de um esporte que se tornou muito popular do planeta: o futebol. Em Minas Gerais, a data coincide com um dos momentos mais históricos do futebol regional, em que os dois grandes times mineiros estão em destaque.

Em oito meses de operação desde que foi reinaugurado, o novo Mineirão já recebeu 29 jogos, quatro shows internacionais e, no início deste mês, atingiu o marco de um milhão de pessoas em suas arquibancadas desde que foi reinaugurado em 21 de dezembro de 2012. Nos gramados do Gigante da Pampulha, o Atlético levantou o troféu inédito de campeão da Taça Libertadores da América, além do Campeonato Mineiro deste ano, e o Cruzeiro desponta como líder isolado do Campeonato Brasileiro, e principal nome para levar o título. Além disso, o estádio também foi palco do gol histórico do Taiti (o primeiro oficial jogando fora do arquipélago), marcado pelo zagueiro Jonathan Tehau, durante a fase de grupos da Copa das Confederações. Na semifinal do torneio, cerca de 57 mil torcedores assistiram ao jogo mais emocionante da competição: a vitória brasileira sobre o Uruguai por 2 a 1, com direito à defesa de pênalti e gol no final do segundo tempo.

Para o secretário de estado extraordinário da Copa do Mundo, Tiago Lacerda, o reconhecimento do futebol em Minas Gerais é fruto de um trabalho em conjunto: “O ano de 2013 está sendo histórico para o futebol mineiro. Além de contarmos com o Mineirão e o Independência reformados, os dois maiores times de Minas Gerais, Atlético e Cruzeiro, vêm mobilizando uma das torcidas mais apaixonados por futebol deste país em função do bom desempenho em campeonatos importantes, como o Brasileiro e a Libertadores. Nós mineiros fazemos parte desses 150 anos de história”.

Arquivo EM/D.A Press
O estádio Mineirão foi construído há 48 anos e é um dos principais palcos do futebol no Brasil (foto: Arquivo EM/D.A Press)
História


Foi no distante 26 de outubro de 1863 que uma reunião em um pub de Londres selou a criação da Associação do Futebol (The Football Association), codificando 13 regras do futebol, que, mais tarde, passariam para 17, simbolizando o momento em que o esporte bretão passou a existir. Mas foi somente na virada do século que o Brasil conheceu o futebol, e Minas Gerais rapidamente se tornou sinônimo do novo esporte. Em Belo Horizonte, a paixão começou a tomar conta das ruas há 105 anos, com a fundação do Clube Atlético Mineiro. Logo depois, em 1912, o América Futebol Clube espalhou o alviverde pela capital mineira. Na sequência, em 1921, foi a vez de o Cruzeiro Esporte Clube conquistar o coração dos belo-horizontinos.

Palco de alguns dos principais capítulos do futebol mundial, o estádio Governador Magalhães Pinto completou, em setembro, 48 anos de existência, sendo esse o seu primeiro aniversário após a reforma e modernização. Quase cinco décadas depois da inauguração do Gigante da Pampulha, marcada pela vitória da Seleção Mineira, por 1 a 0, sobre o River Plate, o Mineirão comemorou, em especial, os oito meses de operação do novo estádio. O grande marco desta etapa vai se concretizar no próximo ano. O estádio mineiro, que atingiu padrões de excelência internacional durante a realização da Copa das Confederações, será um dos principais palcos da Copa do Mundo. Recente levantamento divulgado pelo Sindicato Nacional de Arquitetura e Engenharia mostrou que Minas Gerais é o estado mais avançado do Brasil quanto à preparação para o torneio mundial da Fifa.

Últimas notícias

Comentários