Viajantes estrangeiros levam em conta informações na internet

De acordo com Ministério do Turismo, decisão de fazer uma viagem leva em conta sites com dicas e relatos de viagens

por Da redação com Ministério do Turismo 05/11/2013 11:46

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Instagram/Carlabelcke/Reprodução
Imagem da Lagoa do Jacaré, na Paraíba, publicada no Instagram do Ministério do Turismo (foto: Instagram/Carlabelcke/Reprodução)
Foi-se o tempo em que sair pelo mundo numa aventura poderia ser considerada uma experiência às cegas. Com a tecnologia cada vez mais acessível, a informação passou a ser ferramenta do dia a dia de quem planeja viajar. Isso pode ser comprovado pelos dados do estudo Demanda Turística Internacional 2012, realizado pelo Ministério do Turismo, em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, que mostrou que a internet foi a principal fonte de informações para 1,87 milhão de turistas estrangeiros que vieram ao Brasil no ano passado.

A segunda fonte de informação mais importante são amigos e parentes, para 1,45 milhão de entrevistados. A pesquisa mostra que na internet, as pessoas são influenciadas não apenas por informações de blogs e sites especializados em viagens, como também por imagens, boa parte delas publicadas em redes sociais.

De olho nesse público, o Ministério do Turismo criou um perfil no Instagram, rede social para troca de imagens, para que os usuários possam publicar suas fotos. O perfil já é seguido por 4.812 pessoas. "O estudo mostra que as pessoas têm recorrido a novas fontes de informação. Os representantes dos destinos turísticos devem estar atentos à importância da internet na escolha do passeio de férias", diz Vinicius Lummertz, secretário nacional de políticas de turismo.

De acordo com pesquisa do site especializado em turismo TripAdvisor, as redes sociais são usadas como referência por quem pretende viajar. A pesquisa mostra que 72% dos entrevistados seguem recomendações de amigos no Facebook e Twitter, antes de decidir o destino da viagem. Além disso, quando já estão viajando, 38% pedem dicas sobre pontos turísticos para visitar.

Um bom exemplo é o estudante Pedro Henrique Cunha, 21 anos, que foi conhecer a Chapada dos Veadeiros, em Goiás, no feriado de 12 de outubro, inspirado em fotos de amigos no Facebook. "Eu via as imagens e minha curiosidade aguçava", conta. O próximo passeio de Pedro, também inspirado nas fotografias de amigos das redes sociais, será para a Chapada Diamantina, na Bahia.

Últimas notícias

Comentários