Agora é oficial: feira de artesanato voltará ao Mineirinho

O retorno da feira se dá graças ao contrato assinado entre a Ademg e a empresa que administrará provisoriamente o espaço, e que foi escolhida em assembleia pelos próprios feirantes

por Agência Minas 11/11/2013 14:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Sylvio Coutinho/Agência Minas/Divulgação
(foto: Sylvio Coutinho/Agência Minas/Divulgação)
O retorno da Feira de Artesanato do Mineirinho, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, foi oficializado pelo governo de Minas, através da assinatura de contrato entre a Administração de Estádios de Minas Gerais (Ademg) a empresa Dekkas Comércio e Representações, escolhida para administrar o espaço provisoriamente. Essa empresa foi escolhida em assembleia dos feirantes realizada no dia 13 de outubro, que foi acompanhada por representantes do Ministério Público Estadual, da Defensoria Pública Estadual e do Comitê Popular dos Atingidos pela Copa (Copac).

O contrato assinado no dia 8 de novembro é válido até 31 de março de 2014. Após essa data, toda a área que compõe o Mineirão e o Mineirinho estará à disposição para os preparativos da Copa do Mundo. Até o término do contrato, porém, o governo do estado deve realizar uma licitação para a escolha definitiva da empresa que irá administrar a feira após os jogos do mundial de 2014.

O chefe da assessoria de articulação, parceria e participação social do governo de Minas, Ronaldo Pedron, acha importante que o processo para viabilizar o retorno da feira tenha sido feito de forma coletiva. "Tivemos uma orientação do governador Antonio Anastasia para construirmos esse diálogo. O processo foi feito a várias mãos, e no final, conseguimos viabilizar o retorno da feira", diz.

A empresa vencedora, a partir de agora, precisa resolver os trâmites legais para providenciar a reabertura da feira o mais rápido possível, às quintas-feiras e aos domingos, mesmos dias e horários que funcionava anteriormente.  A nova área onde os feirantes serão instalados, também no entorno do ginásio, deve passar por obras de revitalização. "O diálogo foi tranquilo com o governo de Minas, que foi muito aberto. Nós conseguimos o que queríamos: retomar os nossos trabalhos. Ficamos satisfeitos com essa notícia", comemora Thereza Marques, da Associação dos Expositores da Feira Mineira.

Últimas notícias

Comentários