Brasil começa a preparar vacina heptavalente

Fundação Ezequiel Dias, Fiocruz e o Instituto Butantan estão trabalhando no novo medicamento, que deverá ser disponibilizado no país a partir de 2017

por Agência Minas 18/11/2013 18:23

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
FreeDigitalPhotos.net
(foto: FreeDigitalPhotos.net)
O Brasil está a um passo de criar uma vacina capaz de imunizar, em uma única dose, contra sete doenças: difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, poliomielite, meningite C e outras infecções bacterianas. Isso será possível graças a um acordo que prevê que o novo medicamento seja produzido a partir da combinação de vacinas já desenvolvidas pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), Fiocruz e Instituto Butantan.

Já como parte da parceria, a Funed importou do laboratório suíço Novartis e colocou à disposição do Instituto Manguinhos (Fiocruz/RJ) o concentrado da vacina meningocócica C (MenC) que deverá ser usado para o desenvolvimento da heptavalente. "Essa era uma responsabilidade da fundação com o Ministério da Saúde para que a vacina seja desenvolvida e produzida no país", diz o gestor técnico da vacina na Funed, Luiz Guilherme Dias Heneine.

Para que seja possível, no prazo máximo de cinco anos (até 2017), disponibilizar a heptavalente no calendário de vacinação brasileiro, as três instituições criaram um plano de trabalho, com prazos e responsabilidades. De acordo com o chefe de gabinete da Funed, Homero Jackson de Jesus Lopes, ainda não é possível calcular o valor exato da economia que vai ser gerado com o novo produto: "Mas, com certeza, a redução será expressiva, pois será possível agregar múltiplas imunizações em dose única, com impacto direto nos custos logísticos do Programa Nacional de Imunização".

A heptavalente será produzida pela combinação das vacinas já existentes: tríplice bacteriana (DTP), contra difteria, tétano e coqueluche e HepB (contra hepatite B). A produção de ambas está sob responsabilidade do Instituto Butantan. A composição da heptavalente conta, ainda, com a vacina MenC, contra meningite C – que será fornecida pela Funed –, e com a vacina inativada de poliovírus (IPV), contra a poliomielite inativada, e a Haemophilus influenzae tipo B (Hib), contra meningite, ambas viabilizadas pela Fiocruz.

Últimas notícias

Comentários