Cuidado na hora de instalar os enfeites de Natal

Cemig orienta sobre cuidados que se deve ter para evitar choques elétricos e sobrecarga

por Agência Minas 05/12/2013 14:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fabyana Mota/ON/D.A Press
Cuidado! Nesta época é muito comum comprar pisca-piscas feitos na China, sem regulamentação do Inmetro (foto: Fabyana Mota/ON/D.A Press)
Fachadas iluminadas, pisca-piscas e símbolos que remetem ao Natal são muito comuns nesta época do ano e uma boa parcela da população costuma deixar suas casas com uma decoração especial. Pensando nisso, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) alerta quem quer deixar sua moradia no clima natalino com recursos luminosos, já que, se instalados incorretamente, podem oferecer riscos à segurança das pessoas.
 
De acordo com Demétrio Venício Aguiar, engenheiro de tecnologia e normalização da Cemig, o ideal é escolher itens de qualidade, que tenham o melhor nível de isolamento elétrico possível. Por isso, recomenda adquirir apenas enfeites aprovados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), uma vez que eles são submetidos a testes que garantem a segurança.
 
O engenheiro destaca, ainda, o perigo de serem colocadas várias instalações em uma mesma tomada, utilizando adaptadores e multiplicadores popularmente conhecidos como T ou benjamim. “Esses dispositivos provocam sobrecarga e, consequentemente, o mau funcionamento dos aparelhos, podendo causar choque elétrico e princípio de incêndio”, explica. Demétrio Aguiar afirma que filtros de linha podem ser utilizados, desde que seu dispositivo interno de proteção esteja operante e não tenha sofrido alterações.

Dessa forma, para evitar a sobrecarga, é necessária a participação de um eletricista, que irá calcular o que pode ou não ser ligado. O profissional pode adequar o circuito da residência por meio de uma pequena reforma na instalação elétrica Outra precaução nesta época do ano é em relação às crianças. Vale ressaltar que as luzes natalinas são muito atrativas e aguçam a curiosidade, sendo portanto necessário orientá-las a evitar o contato e a aproximação das instalações elétricas. “Deve-se ter atenção com as crianças neste período, para evitar acidentes com as instalações  natalinas”, comenta.
 
Segundo Demétrio Aguiar, é importante ressaltar que existem enfeites antigos incompatíveis com o novo padrão de plugues e tomadas, o que demanda o uso de adaptadores. No entanto, esses aparelhos oferecem os mesmos riscos de um T ou benjamim.
 
Dicas:
 
  • Para a instalação de lâmpadas decorativas em fachadas, muros, jardins e árvores deve-se respeitar a distância mínima de 1,5 metro em relação à rede elétrica;

  • Não utilize enfeites luminosos próximos a piscinas, a fim de evitar contato acidental da instalação elétrica com a água;

  • Muitas árvores de Natal são feitas de arame e os enfeites têm de estar isolados para impedir a energização acidental;

  • Desligar os enfeites luminosos antes de dormir ou sair de casa pode contribuir para a redução do valor da conta de energia e evitar acidentes;

  • O conjunto da tomada de energia deve ser desligado ao substituir lâmpadas. Nunca execute esse procedimento puxando a tomada pela fiação;

  • Evite deixar a instalação em área sujeita a chuva ou alagamento;

  • Não instale o conjunto de lâmpadas decorativas em estrutura metálica ou pontiaguda;

  • Dê preferência aos enfeites impermeáveis. Eles são mais seguros e duram mais;

  • Dê preferência às lâmpadas de LED. Além de mais econômicas, não geram aquecimento e são mais brilhantes

Últimas notícias

Comentários