Igreja do Santuário de Nossa Senhora da Piedade está sendo restaurada

A ermida, construída no século XVIII, fica a 48 km de Belo Horizonte, a cerca de 2 mil metros de altitude, e, além da reforma, receberá infraestrutura para que suas missas sejam transmitidas pela televisão e internet

por João Paulo Martins e Marcelo Fraga 04/03/2014 09:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Geraldo Goulart
O eremitério - que vem da palavra eremita, ou seja, que vive isolado - foi instituído na Serra da Piedade em 1765, por dois fidalgos portugueses (foto: Geraldo Goulart)
Dois fidalgos portugueses, Antônio da Silva Bracarena e irmão Lourenço, foram os responsáveis pela construção do eremitério na Serra da Piedade, a quase 2 mil metros de altitude, em 1765. Distante 48 quilômetros de Belo Horizonte, a igreja, que faz parte do município de Caeté, reserva aos visitantes, além da exuberante paisagem natural, a imagem de Nossa Senhora da Piedade com Cristo ferido no colo, obra de Aleijadinho, que, em 1958, foi transformada em padroeira do estado de Minas Gerais pelo papa João XXIII. Agora, esse conjunto, que foi tombado em 1956 pelo Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan), está sendo restaurado e deve ser entregue aos fieis em outubro deste ano.

Renato Weil/EM/D.A Press
A imagem de Nossa Senhora da Piedade com Cristo no colo, de Aleijadinho, também será restaurada (foto: Renato Weil/EM/D.A Press)
"A restauração é um momento profundamente significativo e vai conservar a história, a beleza, a cultura e a arte. Se não cuidarmos, perdemos nosso importante patrimônio", diz padre Fernando César do Nascimento, reitor do Santuário de Nossa Senhora da Piedade. A reforma, iniciada em 10 de fevereiro de 2014, contempla a restauração das esquadrias em madeira, o piso e o forro da ermida, além da troca do guarda-corpo da praça Cardeal Mota. Está prevista também a construção de rampas de acesso à igreja. No projeto, estão incluídas a instalação de nova iluminação externa e interna, das redes hidráulica e elétrica, além de melhorias no sistema de sonorização. Tudo para que sejam possíveis transmissões das missas pela televisão e mesmo pela internet.

"As condições climáticas não são favoráveis e há muito problema com a umidade", explica a arquiteta Daniela Duarte, responsável pela obra. Protegido pelo Iphan, o santuário na Serra da Piedade é um dos mais importantes centros de peregrinação de fieis em Minas Gerais. As obras devem durar 8 meses e fazem parte das comemorações dos 300 anos da cidade de Caeté.

Durante a reforma, as missas serão realizadas na cripta São José. "A área da capela deve ficar pronta em julho, época em comemoramos o jubileu de Nossa Senhora da Piedade", revela o padre Fernando César. Ele ainda conta que a imagem de Aleijadinho, da padroeira do estado, também está incluída no processo de restauração. "O santuário já possui uma beleza natural ímpar, e a revitalização vai atrair ainda mais os olhares dos turistas e peregrinos", completa.

Confira os horários e locais de missas no santuário durante a restauração da ermida:

  • Segunda a sexta: às 15h na cripta São José

  • Sábados: às 11h e às 16h na cripta São José

  • Domingos: às 9h, 11h, 14h e às 16h na igreja Nova das Romarias

Últimas notícias

Comentários