Parque Amílcar Vianna Martins passa por reforma

Com 18 mil m², a área verde no bairro Cruzeiro recebeu melhorias estruturais, como reforma do deck e implantação de equipamentos de ginástica

por Ascom PBH 10/03/2014 10:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ascom PBH/Divulgação
(foto: Ascom PBH/Divulgação)
A área verde que abriga o primeiro reservatório de água construído em Belo Horizonte está de “cara nova”.  Localizado ao lado da Universidade Fumec, no bairro Cruzeiro, o parque municipal Professor Amílcar Vianna Martins  recebeu melhorias recentes, por meio da parceria entre a regional centro-sul, a Fundação de Parques Municipais e a Copasa.

Segundo Tatiani Cordeiro, chefe de departamento de parques da centro-sul da Fundação de Parques Municipais,  dentre as intervenções realizadas estão: “a pintura do reservatório; a reforma do deck e a implantação de  equipamentos de ginástica. Para o futuro queremos recuperar a área de estacionamento e o ajardinamento”, conta.
Implantado em 2000, o parque possui aproximadamente 18 mil m² e oferece também ao público brinquedos de  madeira e um mirante com vista panorâmica de Belo Horizonte. Pinheiros-do-Paraná, árvores frutíferas e  ornamentais fazem parte da vegetação. De acordo com Tatiani, o espaço atrai famílias para piqueniques,  comemoração de aniversários e ensaios fotográficos. Cerca de 1.000 pessoas passam mensalmente por lá.

Os amigos Gabriela Drumond, de 21 anos, e Lucas Cabral, 23, aproveitam a tranquilidade do parque para ler.  Gabriela mora próximo à área verde e adora visitá-lo. “Parece que estamos numa realidade paralela, longe do  barulho e dos problemas da cidade”, afirma. Lucas ressalta a importância das reformas para o local: “Antigamente  não tinha cercamento, moradores de rua entravam e a segurança não era boa. Agora colocaram cercas e ficou bem  melhor”. Capineiro do parque há 1 ano e meio, Sebastião Vidal da Silva, também gosta muito do ambiente. “O  serviço aqui é tranquilo e gosto da vista”.

Na área do parque ainda funcionam a gerência de Jardins e Áreas Verdes, um local de apoio da Superintendência de  Limpeza Urbana, a Copasa e a Fundação de Orquidófilos (amadores ou colecionadores de orquídeas).

Últimas notícias

Comentários