Campeonato de stand up paddle agita as águas da Lagoa dos Ingleses

Iniciantes e profissionais dessa prática, que é parecida com surf, competiram na SUP BH Race Cultura Inglesa. É a primeira vez que esse esporte ganha um evento em Minas

por Fernanda Nazaré 07/04/2014 10:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Daniel Campello/Divulgação
Muitos praticantes, profissionais ou não, participaram da primeira competição oficial de stand up paddle em Minas (foto: Daniel Campello/Divulgação)
Cerca de 60 pessoas participaram, no último domingo, dia 6 de abril, do primeiro campeonato de stand up paddle (SUP) realizado em Minas Gerais, o SUP BH Race Cultura Inglesa. As águas da Lagoa dos Ingleses, no condomínio Alphaville, em Nova Lima, foram palco da disputa de quatro categorias. O destaque ficou por conta do atleta Ailton Figueiredo, que venceu nas duas modalidades que disputou: o individual masculino e trio – integrando a equipe de Natália Ávila e Raquel Furtado. No individual feminino, a vencedora foi a atleta Joana Hornestam. Já a dupla vencedora foi Mateus Rangel e Manoela Carvalho.

O evento também atraiu vários praticantes de outros estados. Quatro amigos vieram de Macaé (RJ), para ter experiência de remar nas águas tranquilas da lagoa. “Até hoje só competíamos e treinávamos no mar. Fiquei sabendo do evento pelo Instagram e vim conhecer”, conta Leonardo Mussi, 37, que estava acompanhado da namorada, Vanessa Pacheco, 25, que também participou do evento. Quem também veio conhecer e participar do campeonato de SUP, na Lagoa dos Ingleses, foram os atletas Ailton Figueiredo, 35 – que levou dois troféus nesta disputa –, e Gláucia Pinheiro, 37. Ela não guarda elogios para a prática: “Esta é a segunda vez que participo de campeonato. Comecei a praticar SUP em agosto passado e meus braços já se fortaleceram muito, é um exercício completo”.

Muitos jovens foram a Nova Lima, para o primeiro evento de stand up paddle do estado. A blogueira Raquel Furtado, 25, além de competir, contou com o apoio da amiga Luisa Perdeneiras, 27. “Faço SUP há menos de um ano e já remei em Vancouver, no Canadá, em São Paulo e no Rio de Janeiro. O lugar que mais gostei de praticar, porém, foi em Itacaré, na Bahia, em que se pode desfrutar de cachoeiras”, diz ela, que registra todas essas experiência no seu blog de viagens.

Na torcida, quase 200 pessoas entre jovens, adultos, crianças e idosos, além de apreciarem essa prática diferente, se animaram ao som de um DJ convidado. Para o atleta e professor da escola SUP BH, Johnny Aggrada, de 33 anos, Minas Gerais deve ganhar cada vez mais adeptos do esporte, por ter um grande número de cachoeiras e lagos: "Temos condições perfeitas para receber o SUP. Por exemplo, nos finais de semana, minha escola fica cheia, chegando a 70 alunos remando".

Mais sobre stand up paddle

Aparentemente um esporte tranquilo, o SUP surgiu no Havaí, na década de 1950, quando instrutores de surf utilizavam grandes pranchas com remo para acompanhar e fotografar os aspirantes a surfistas da época.
Depois de passar por uma modernização, a prática ganhou modalidades inspiradas em outros esportes também praticados na água, e, ao mesmo tempo, surgiram competições em todo o mundo. As modalidades do SUP são: wave, race, race técnico (slalom/cross), sprint, river SUP (sprint/slalon), long distance (downwind/maratona), SUP fish e SUP polo.

Além de melhorar a consciência corporal, o SUP ajuda a definir as costas, braços e abdômen, e não tem restrição de idade. Para começar a praticar, é necessário uma prancha um pouco mais longa que a de surf, e a pá, ou remo. As medidas certas dos equipamentos variam com o peso e altura de cada pessoa. A prancha pode ter de 3 a 6 metros de comprimento, e a pá, deve ser entre 20 e 30 centímetros mais longa que a estatura do praticante. A média de preço de um kit de prancha e pá é de R$ 3.500, sem o colete salva-vidas, que é opcional.

Daniel Campello/Divulgação
Os participantes foram premiados em quatro categorias (foto: Daniel Campello/Divulgação)
Confira o ranking do SUP BH Race Cultura Inglesa:


Individual masculino

  • 1º lugar - Ailton Figueiredo
  • 2º lugar - Cristiano Stanciolli
  • 3º lugar - Francisco Roque
 
Individual feminino

  • 1º lugar - Joana Hornestam
  • 2º luga - Gláucia Pinheiro
  • 3º lugar - Beatriz Queiroz
 
Dupla

  • 1º lugar - Mateus Rangel e Manoela Carvalho
  • 2º lugar - Renato Caixeta Paiva e Alessandra Martins Diniz
  • 3º lugar - Leonardo e Gláucia
 
Trio

  • 1º lugar - Ailton Figueiredo, Natália Ávila e Raquel Furtado
  • 2º lugar - Bárbara Gomes, Fernanda Aroeira e Rafael B.
  • 3º lugar - Rodrigo Junior, Kaline e Beatriz Queiroz

Últimas notícias

Comentários