Saiba como cuidar de seu bichinho nos dias frios

Especialista fala quais cuidados devem ser tomados para que cães e gatos não sofram com o outono e o inverno

por Da redação com assessorias 26/05/2014 16:38

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
Ao passear com seu pet, escolha as horas mais quentes do dia (foto: Divulgação)
O inverno ainda não chegou, mas o frio já chama a atenção. Com a queda das temperaturas, surgem problemas de saúde tradicionais desta época do ano, e que incomodam muita gente. Mas os animais de estimação também sofrem com a estação mais fria, e seus donos devem adotar medidas importantes para garantir a saúde de seus companheiros.

Os cães com pelagem curta, como os pinschers, dachshund (conhecidos por muitos com linguicinha ou cofap) e os chihuahua, e os cães que possuem pelos longos, mas que são tosados com lâmina baixa são os que mais sentem frio durante o inverno, conta a médica veterinária Karine Romanel. "Como todos nós, os animais sofrem um pouco com o frio do inverno. Quanto menos pelos ele tiver, maior é a chance de que tenha algumas dificuldades para enfrentar essa fase do ano. Por isso, os donos devem ficar atentos para garantir a saúde dos animais", completa.

Quando se trata de cães, os principais problemas de saúde nesta época são os relacionados às bronquites, tosse canina (gripe) e pneumonias. Para evitar esses problemas, o dono deve se certificar que o animal recebeu todas as vacinas necessárias. "Os cães precisam tomar, indispensavelmente, a vacina contra gripe canina. Esse é o primeiro passo para um inverno sem problemas". No caso dos gatos, a vacina essencial é a quádrupla felina.

Roupas mais quentes também contribuem para manter os animais aquecidos.  "Nesta estação, os donos podem abusar de roupas específicas para os pets, feitas com lã soft ou plush, cobertores, edredons, e, até mesmo, aquecedores de ambiente para os dias de inverno rigoroso", explica a médica.

Segundo Karine Romanel, os donos de cães e gatos precisam disponibilizar uma alimentação balanceada, baseada em rações de boa qualidade, para que os bichinhos consigam produzir energia de forma adequada, e com isso, manter o corpo aquecido. "O inverno não exige uma mudança na alimentação dos animais, pois eles tendem a comer um pouco mais se acharem necessário. O que eu sempre falo para os donos é que os cães e gatos devem receber alimentos com qualidade comprovada. Isso vale para qualquer estação do ano".

Outras dicas:

  • Evite banhos em dias muito frios e diminua a frequência de banhos no inverno (se possível)

  • Mantenha a pelagem do animal mais comprida no inverno

  • Se costuma gear em sua região, sapatos protegem as patas de queimaduras causadas pelo frio

  • Quando der banho em seu animal, use água morna e seque-o bem. Não deixe que ele saia na rua, no mínimo por 30 minutos após o banho

  • Leve seu animalzinho para passear na rua nos horários mais quentes do dia (entre 11h e 15h)

Últimas notícias

Comentários