Força na peruca!

Três gerações de mulheres à frente de loja que comercializa perucas para quem quer manter o charme

por Bruna Miranda 05/06/2014 17:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Pedro Nicoli/Encontro
Wilma, Ana e Fernanda: mãe, filha e neta à frente de um negócio com pouca concorrência na Savassi (foto: Pedro Nicoli/Encontro)

A lista de celebridades que gostam de variar o visual é longa: Beyoncé, Lady Gaga, Lily Allen e as eternas divas Madonna e Cher, só para citar algumas. Um dos elementos mais marcante nos looks? Os cabelos, que variam de lisos e compridos a curtos e coloridos, com franjas, cachos e tudo o que a imaginação – e as perucas – permitir. Nem os homens deixam o acessório de lado, que o digam o ator John Travolta e o emblemático apresentador Silvio Santos. Celebridade ou não, a verdade é que todas as mulheres já se imaginaram com cabelos diferentes e impecáveis. Atrás de uma portinha discreta na movimentada avenida Cristóvão Colombo, é possível realizar essa fantasia.

É lá que está localizada uma loja de perucas, a Wilma Perucas, que há 27 anos tem sido procurada pelos mais diferentes públicos com as mais diversas motivações. São pessoas que querem mudar o visual para sair ou até mesmo para não serem reconhecidas. O estabelecimento da empresária Wilma Tompa, na verdade, mais parece uma moderna clínica de estética. A profissão começou em 1960, quando ela, apaixonada por perucas, começou a produzi-las em Belo Horizonte. Ficou conhecida e foi trabalhar no Rio de Janeiro. “Quando a casa de espetáculos Canecão inaugurou, fui cuidar do visual de grandes atrizes do teatro que se destacavam na noite carioca”, conta ela, que tem na lista de clientes nomes como Tônia Carrero, Lílian Lemmertz, Maysa Matarazzo, Eliana Pittman, Wilma Henriques, a banda Jota Quest e dançarinas do Moulin Rouge e Lido, em Paris, além de ter participado da produção de novelas da Rede Globo.

De volta a BH, expandiu o negócio. A filha de Wilma, Ana Tompa, relembra, ainda surpresa, casos curiosos que presenciou: “Já vendemos perucas para homens e mulheres que queriam se disfarçar para trair seus cônjuges, para acompanhar julgamentos e até para facilitar a fuga de um preso de uma penitenciária”, conta. Ana e sua filha Fernanda herdaram de Wilma os conhecimentos para fabricação de perucas de cabelos naturais, que era grande aposta do negócio, e foram além: criaram a NTC, empresa especializada no tratamento definitivo (sem cirurgia) de todos os problemas ligados à falta de cabelo. Como elas mesmas costumam falar, “Wilma Perucas agora é NTC”. A ideia é fazer uma transição suave entre as duas marcas.

Casos curiosos à parte, as perucas sempre foram acessório importante. São usadas por quem sofre de calvície e por quem faz tratamento contra o câncer. “Nesse caso, as perucas de cabelos naturais devolvem à pessoa o vigor, em um momento delicado de sua vida”, garante Ana.

O que passa pela cabeça de quem usa:

João Carlos Martins/Encontro
(foto: João Carlos Martins/Encontro)


"Há um ano, quis descolorir meu cabelo e o cabeleireiro o deixou todo manchado. Para não piorar ainda mais, eu mesma peguei a máquina e raspei tudo. Minha mãe me incentivou a usar perucas. Comprei a primeira e tomei gosto. Hoje já tenho mais de 20, de todas as cores e cortes, e continuo raspando o meu cabelo. É tão prático! Hoje não me imagino vivendo sem elas."
Priscila Diniz, 27 anos, fashionista, dona do blog lookatmebr.com, onde posta seus looks e produções com as perucas

João Carlos Martins/Encontro
(foto: João Carlos Martins/Encontro)


"O cabelo determina a postura e o estilo de uma pessoa. Na primeira vez em que coloquei uma peruca, tive uma sensação de estranheza, coisa que deve ser comum a todo mundo. Mas em pouco tempo a gente se adapta e até o comportamento muda! Crio personagens e faço maquiagens com base na sensação de ser uma pessoa diferente. Compor um look com perucas é sempre interessante. É algo que dá vida, transforma."
Fairuze Reis, 33 anos, maquiadora e diretora do Menu de Maquiagem. Aprendeu a maquiar há seis anos, quando trabalhou na loja MAC, e participou da primeira fase do programa de TV Desafio da Beleza, do canal pago GNT

Serviço:

Onde: NTC/Wilma Perucas
Endereço: av. Cristóvão Colombo, 287A sala 02, Praça da Savassi, Belo Horizonte
Informações: (31) 3284-3948 ou (31) 3281-3431 ou (31) 9187-1941

Últimas notícias

Comentários