Seu coração está preparado para os jogos do Brasil na Copa?

Emoção em partidas difíceis e decisivas do mundial da Fifa pode provocar infartos. Cardiologista dá dicas para prevenir problemas

por Marcelo Fraga 02/07/2014 17:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Marcello Casal Jr/Agência Brasil/Divulgação
O jogo dramático do Brasil contra o Chile, em BH, causou uma morte, por infarto, de um torcedor que estava assistindo ao jogo no Mineirão (foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil/Divulgação)
O último jogo da seleção brasileira, contra o Chile, em Belo Horizonte, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, provocou fortes emoções nos torcedores. Exemplo disso são os vários casos de pessoas que passaram mal durante a partida, incluindo um torcedor que estava no estádio e faleceu após sofrer um infarto.

O envolvimento emocional é apontado como a principal causa de problemas do coração durante jogos de futebol. De acordo com o médico Eustáquio Guerino, membro da Sociedade Mineira de Cardiologia, a tensão provocada em certos momentos, como durante uma disputa de pênalti, leva a alterações significativas no organismo. "Quem assiste a jogos dramáticos, como os da Copa do Mundo, sofre cargas altas de adrenalina, substância que provoca aumento dos batimentos cardíacos. Torcedores mais exaltados podem, inclusive, ter problemas mais sérios como o infarto", explica.

Para reduzir os riscos de passar mal durante os jogos, o especialista diz que os torcedores – principalmente os que têm problema cardíaco – não devem assistir aos momentos finais das partidas decisivas, e ainda tentar não se envolver muito com a competição. Segundo Eustáquio Guerino, é fundamental que, ao menor sinal de anormalidade no organismo, como, por exemplo, uma dor no peito, a pessoa procure ajuda médica, mesmo que não tenha histórico de doenças cardíacas. O especialista lembra, ainda, que os hipertensos devem evitar a ingestão de bebidas alcoólicas e tomar corretamente os medicamentos prescritos pelo médico.

Dicas para evitar problemas no coração

  • Não fume e nem seja fumante passivo. O cigarro é um dos grandes inimigos do coração

  • Faça exercícios regularmente. Há uma série de benefícios proporcionados pela atividade física: aumento do bom colesterol (HDL), controle da pressão arterial, redução de peso, sensação de bem estar, redução do açúcar no sangue etc.

  • Cheque e trate a sua pressão arterial, caso ela esteja elevada. Considere como normal a pressão de 12x8 (doze por oito)

  • Verifique e trate seu nível de açúcar no sangue, caso ele esteja elevado. O normal é até 99 mg/dl

  • Cheque e trate o seu colesterol, caso ele esteja elevado no sangue. Para indivíduos saudáveis, o colesterol total deve ser menor que 200mg/dl e LDL (mau colesterol) menor que 100 mg/dl

  • Reduza seu estresse e procure dormir bem à noite, além de reservar momentos para o lazer

  • Alimente-se corretamente, com mais qualidade do que quantidade. Não esqueça de que não podemos abusar do sal e, às vezes, ele vem disfarçado em alimentos. Portanto, crie o hábito de ler rótulos no mercado

  • Controle seu peso. Verfique-o com frequência

  • Consulte um médico regularmente. Não espere ficar doente para marcar uma consulta. A prevenção é o melhor remédio que existe

Fonte: Instituto Nacional de Cardiologia (INC)

Últimas notícias

Comentários