Ajuda para escolher o melhor arquiteto

Conselho lança site que dá informações sobre os profissionais e se existe algum projeto problemático relacionado a eles

por Amanda Aleixo 03/07/2014 10:14

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Wikimedia/Reprodução
O prédio Walkie-Talkie, em Londres, concentra o calor do sol numa determinada área, devido a seu projeto mais côncavo (foto: Wikimedia/Reprodução)
Há um ano, o Walkie-Talkie, arranha-céu localizado em Londres, ganhou destaque nos noticiários da Inglaterra por um fato inusitado. O prédio de 37 andares planejado pelo arquiteto uruguaio Rafael Viñoly, é revestido por vidros espelhados e refletia tanta luz e calor que colocou fogo no tapete de um vizinho e derreteu as peças de um Jaguar estacionado em frente à construção. Foram várias as reclamações sobre os raios de calor lançados pelo edifício. Viñoly já havia sido acusado como causador do mesmo problema no Hotel Vdara, em Las Vegas.

Erros em projetos arquitetônicos vão desde problemas simples em acabamentos a graves falhas estruturais que acabam provocando tragédias. Em Minas Gerais, o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/MG), tomou uma medida para que as pessoas conheçam o histórico de arquitetos e empresas antes de contratá-los.

A ideia é simples, mas eficaz. O contratante só precisa acessar o site do conselho, clicar na opção "Serviços Online" e selecionar "Consultas PF/PJ". Uma vez na página de consulta, é só lançar dados como CPF, nome completo ou registro do profissional para saber se ele está exercendo legalmente sua profissão e se existem denúncias contra ele. "O nosso objetivo é garantir ao usuário que o profissional contratado esteja regularmente credenciado pelo CAU. Isso dá um respaldo ao contratante e uma segurança da qualidade do serviço e do projeto contratado”, explica Joel Campolina, presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Minas Gerais.

A possibilidade de supervisionar e garantir a procedência dos arquitetos e urbanistas é um avanço para o Brasil, já que países vizinhos, como a Argentina, oferecem esse tipo de informação ao consumidor há mais de 3 anos. O sistema pode ser acessado em todos os navegadores e possui compatibilidade com mídias móveis. Clique aqui para acessar o site.

Últimas notícias

Comentários