Sofrimento e choro de alegria marcam torcida da Argentina

O jogo contra a Holanda pela semifinal do mundial da Fifa foi duro e a decisão pelos pênaltis deixou muito torcedor argentino 'roendo' as unhas

10/07/2014 09:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fernando Frazão/Agência Brasil/Divulgação
Os argentinos não esconderam a emoção de ir para uma final de Copa do Mundo, após vencer a Holanda na sofrida disputa de pênalti (foto: Fernando Frazão/Agência Brasil/Divulgação)
Após muita tensão, os argentinos comemoraram a vitória nos pênaltis, contra a Holanda, pela semifinal da Copa do Mundo. Os torcedores que foram à Vila Madalena, bairro boêmio da região oeste da cidade de São Paulo, tiveram o sofrimento aumentado pela falta de luz durante a partida. No início do segundo tempo, o bairro ficou às escuras e o fornecimento só foi normalizado quando o jogo, empatado em 0 a 0, já estava na prorrogação.Nesse meio tempo, sob chuva fina, o público se aglomerou ao redor dos poucos bares que tinham geradores.

Muitos brasileiros vestiam camisas alaranjadas, e não só torciam para a seleção holandesa, como provocavam os argentinos. Os torcedores portenhos pouco respondiam às provocações, eles tentavam ver o jogo à distância ou eram informados por amigos, pelo celular. “Fiquei olhando na tela, lá longe. Mas não aconteceu nada nesse tempo”, conta eufórico o arquiteto Pablo Quintana. “Jogaram bem. Tivemos a posse de bola, controlamos a bola. Tivemos mais chances de ganhar do que a Holanda”, acrescenta o argentino, que veio do aeroporto diretamente para o bar.

O estudante Gustavo Maxta mal conseguia conversar de tão alegre com a presença da Argentina na final da Copa do Mundo. “Estarei lá no Maracanã. Vou sexta, curtir muito lá. Ainda não tenho ingresso. Vou com a cara e a coragem”, diz, em português, o jovem que mora no Brasil. Ele revelou que desde o início estava certo da vitória. “Eu já sabia, nós somos os melhores”, comemora.

Já o jornalista Pedro Noly acha que a Alemanha não assusta, apesar da vitória arrasadora sobre o Brasil. “A partida contra a seleção brasileira foi muito estranha. Totalmente fora de contexto. Alemanha teve problemas com a Argélia, com Gana, e de repente, ao enfrentar um campeão mundial como o Brasil, sete gols é uma coisa fora de contexto”, pondera. Ele não está certo sobre a vitória, mas acha que os argentinos têm boas chances: “Eu não consigo dizer: 'sim, seremos campeões'. Eu acredito que temos que saber jogar e saber ganhar. Eu confio muito no técnico e na seleção da Argentina”.

Quem gostou do apoio dos brasileiros no jogo contra a Holanda foi o programador Nick Schouws. “Foi muito legal ver que a maioria dos brasileiros estava torcendo pela Holanda. Mas, às vezes nós perdemos”, lamenta. Ele chegou ontem especialmente para ver o jogo em que a seleção holandesa acabou derrotada. “Eu estava muito confiante, porque nós temos um time forte que fez a diferença no final do jogo. Mas, só um pode ganhar”, acrescenta.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários