Começa restauração da praça da Assembleia

As obras de requalificação da praça Carlos Chagas devem durar até março de 2015

por Da redação com assessoria ALMG 12/07/2014 09:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Guilherme Bergamini/ALMG/Divulgação
As características original da praça serão mantidas, mas a via que a separava da Assembleia será transformada em esplanada (foto: Guilherme Bergamini/ALMG/Divulgação)
Ampliação de espaço para lazer e atividades culturais, novos equipamentos de ginástica e brinquedos para as crianças, mais infraestrutura com melhor acessibilidade. A praça Carlos Chagas, conhecida como Praça da Assembleia, está passando por intervenções para requalificação e revitalização, e o espaço deve ser entregue de volta à população em março de 2015.

As obras, que são financiadas pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), tiveram início no dia 2 de junho deste ano. Nos próximos dias será concluído o fechamento da praça, com a instalação de tapumes para isolar a área compreendida entre a avenida Olegário Maciel e a casa paroquial, a exemplo do que já foi feito entre a via de acesso, que liga as ruas Martim Carvalho e Rodrigues Caldas.

De acordo com a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), durante a obra será garantida a circulação de pedestres ao longo de todo o quarteirão. Será mantido o acesso à Igreja de Nossa Senhora de Fátima por dois caminhos: um pela entrada principal, ao lado da escola Pandiá Calógeras; e outro pelo lado do Banco Central.

Dentre as melhorias previstas no novo projeto da praça, estão a criação de um playground para crianças de 8 a 12 anos, bem como a reforma do que já existe e da área de ginástica, que ganharão, respectivamente, novos brinquedos e equipamentos. A praça, que já abriga importantes obras de valor artístico-cultural, receberá ainda duas novas fontes de água e um painel projetado por Burle Marx.

O projeto prevê ainda nova iluminação, que deve garantir mais segurança para quem frequenta o local. "A via de acesso que separa a praça Carlos Chagas da ALMG será incorporada ao espaço público. Com essa integração, a capital ganha uma esplanada para eventos culturais", diz o gerente-geral de suporte logístico da ALMG, Marcelo Silveira Júnior.

De acordo com a ALMG, a requalificação tornará a praça acessível a pessoas com deficiência, com aparelhos de ginástica, banheiro e mesa de xadrez adaptados. Também está planejada a instalação de banheiros e bebedouros, corrimãos na escadaria e faixas de pedestre elevadas nas travessias mais movimentadas. O projeto de requalificação foi resultado de uma pesquisa realizada em junho de 2011, que coletou cerca de 6 mil sugestões dos frequentadores da praça e dos moradores do bairro Santo Agostinho.

As características originais da praça serão preservadas, já que foram tombadas como patrimônio histórico municipal. A praça da Assembleia tem 33.700 m². Ela é cercada por jardins projetados por Burle Marx e, em seu centro, está situada a Igreja Nossa Senhora de Fátima, que possui uma arquitetura bem marcante.

Últimas notícias

Comentários