Que tal ter uma cobra como animal de estimação?

Apesar de causarem estranhamento em muita gente, as serpentes são dóceis, calmas e independentes

16/07/2014 09:37

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press
A jiboia é uma espécie de cobra comum no Brasil, e não é peçonhenta (foto: Ronaldo de Oliveira/CB/D.A Press)

Já pensou em cuidar de uma cobra em casa? Ter como animal de estimação uma jiboia? Para alguns pode parecer estranho, mas a adoção de cobras pet no Brasil tem chamado a atenção de muitas pessoas e crescido a cada ano. A facilidade de cuidado e a curiosidade pelo animal contribuem para a popularização das cobras como um "bichinho" em casa.
 
Para ter uma cobra no Brasil, seis espécies são permitidas, sendo duas jiboia e quatro da espécie salamanta. Vale lembrar que nenhuma delas é peçonhenta.  A alimentação ocorre apenas duas vezes por semana, com ratos, camundongos, pintinhos ou codornas. O ideal é que a presa esteja morta.

As jiboias, por exemplo, são animais grandes e podem atingir 30 quilos e 4 metros de comprimento. Já as salamantas podem chegar a 1,60 metros e no máximo 1,4 quilos."Considero as salamantas como as melhores serpentes pet, já que são menores e bem dóceis", explica Leonardo Boscoli, professor do curso de Medicina Veterinária da UFMG. Os valores dessas cobras podem variar entre R$ 1,6 mil a R$ 4 mil.

Os cuidados necessários para se manter uma cobra em casa são a higiene do ambiente e água sempre limpa e fresca. Também é importante ter algum tipo de aquecimento no local onde o animal ficará, utilizando, por exemplo, placas aquecedoras ou lâmpadas infravermelhas. O especialista recomenda sempre levar a serpente ao veterinário para realizar exames de fezes, análise microbiológica da cavidade oral e dar vermífugo. O intervalo dessa visita pode ser de três a seis meses, dependendo da espécie.

Legislação

As cobras de estimação são animais silvestres. Para se criar um animal silvestre é preciso que sua origem seja legal, de um criadouro comercial devidamente registrado no Ibama. A compra em local autorizado vem acompanhada de nota fiscal, com registro do animal.

No Brasil, devido à legislação, desde 2002 não é permitida a criação comercial de jiboias. Apenas a empresa Jiboias Brasil é licenciada pelo Ibama para criar e vender serpentes dessa espécie. Portanto, a compra deve ser feita através do criadouro autorizado e o proprietário da cobra não pode permitir que ela se reproduza. Para o professor Leonardo Boscoli, é preciso uma revisão da legislação brasileira: "O governo deveria autorizar mais criadouros, e não proibir. Pois assim acaba surgindo um mercado ilegal".
 
Algumas dicas para quem quer ter uma cobra como pet
 

  • São mais difíceis de adoecer
  • Não é preciso se preocupar com mordidas das espécies jiboia e salamanta
  • As escamas são secas. Elas não são animais "pegajosos"
  • A serpente não é fria, ela se adapta à temperatura do ambiente
  • Não são dependentes, como cachorros e gatos

 

(com assessoria da Escola de Veterinária da UFMG)

Últimas notícias

Comentários