Manifestantes pedem que Brasil aceite pedido de asilo de Edward Snowden

Um manifesto foi entregue ao governo brasileiro por 20 representantes de organizações sociais que não entendem porquê nosso país se recusa a ouvir o pedido do ex-agente da CIA

16/07/2014 18:18

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Gustavo Moreno/CB/D.A Press
Em Brasília, manifestantes pedem que governo brasileiro ouça pedido de asilo político de Edward Snowden (foto: Gustavo Moreno/CB/D.A Press)
Cerca de 20 representantes de entidades nacionais e internacionais que defendem a concessão de asilo por parte do Brasil ao ex-agente da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Edward Snowden, que atualmente vive na Rússia, foram recebidos no Ministério da Justiça.

No encontro, o grupo entregou uma carta aberta direcionada à presidenta Dilma Rousseff cobrando uma postura pública do governo brasileiro em relação ao pedido de asilo no Brasil feito por Snowden. O secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Marivaldo Pereira,  disse que ainda não viu o possível pedido do ex-agente, mas prometeu ao grupo de manifestantes uma resposta formal sobre o recebimento ou não do pedido pelo ministério e o encaminhamento da carta ao ministro José Eduardo Cardozo.

Segundo a diretora da organização não governamental (ONG) Internet Sans Frontières, Florence Poznanski, a posição do Brasil de ignorar o pedido de asilo de Snowden é contraditória, uma vez que o país sediou o Net Mundial e demonstrou protagonismo na luta por mudanças na governança da internet.

“Acaba sendo um pouco contraditório você querer uma notoriedade internacional e não dar asilo à pessoa que é a origem de todas as revelações”, critica. Para a ONG francesa, foi em decorrência das revelações de Snowden que o congresso nacional brasileiro conseguiu bases para a aprovação do marco civil da Internet.

Edward Snowden, que em 2013 revelou programas secretos de espionagem em massa dos Estados Unidos, pediu oficialmente a prorrogação do asilo temporário na Rússia, que expira em 31 de julho, segundo seu advogado.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários