Inflamação no ouvido do cachorro pode até causar surdez

Os donos devem dar atenção especial às raças mais peludas, em que os pelos tampam os ouvidos, pois, após o banho ou natação, se não forem secos de forma correta, podem acabar inflamados, com otites

por Da redação com assessorias 07/08/2014 14:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Athos Souza/Divulgação
Segundo a médica veterinária Cláudia de Melo, cães que possuem as orelhas caídas e peludas, como o cocker, podem sofrer com inflamação nos ouvidos (foto: Athos Souza/Divulgação)
A otite é uma das doenças inflamatórias mais comuns nos cachorros, principalmente naqueles que possuem orelhas pendulares, peludas e/ou caídas, que são mais propensas à umidade e contribuem para o surgimento de bactérias e fungos. O problema gera dor e desconforto ao animal e, caso se agrave, pode levar até à surdez.

De acordo com a médica veterinária Cláudia de Melo, proprietária do Centro Médico Animal, a otite é mais comum em cães não só pela anatomia do canal auditivo, que, geralmente, é mais longo e tortuoso, mas também devido ao modo de vida desses pets. "Cachorros gostam de brincar com água e de nadar, já os gatos, não", diz.  Segundo ela, o problema é corriqueiro em animais que tomam banho em casa sem os devidos cuidados, e que têm muitos pelos nos ouvidos. Isso acaba contribuindo para o abafamento do canal auditivo e, com a pouca ventilação, a água leva à inflamação do local.

As raças mais predispostas à inflamação são o cocker, que tem orelhas compridas e bem caídas, o pastor alemão, cujos canais auditivos são muito longos, o poodle e os terriers, pela quantidade excessiva de pelos no ouvido. No sharpei também é corriqueira, em função de a raça ter os canais muito tortuosos.

Quanto aos sintomas, Cláudia alerta que é preciso que os donos fiquem atentos a pequenos sinais. "O cão sente muita dor nos ouvidos, balança a cabeça excessivamente, coça e esfrega a orelha nos lugares. Pode haver ainda um odor forte na região auditiva", explica.  Como consequência da dor, o animal tem falta de apetite, prostração, perda de peso e queda da qualidade de vida. Se não tratada por completo e com rapidez, a inflamação pode atingir estruturas mais internas podendo levar até mesmo à surdez.

Prevenção

Para evitar a inflamação nos ouvidos de seu cãozinho, de acordo com a especialista, é recomendável fazer a limpeza do aparelho auditivo do animal semanalmente, com produtos veterinários específicos, evitar brincadeiras e atividades na água – para as raças mais sucetíveis ao problrma – e sempre levá-lo para tomar banho em pet shop de confiança, onde são feitos todos os procedimentos de cuidado com os ouvidos e a pele.

Em caso de banhos dados em casa, deve-se proteger os ouvidos com algodão impermeável e, após secá-lo completamente, lembrar de sempre fazer a limpeza do canal auditivo com produtos específicos.

O tratamento da otite nunca deve ser feito em casa, sem passar pela avaliação de um médico veterinário, que irá identificar o agente causador da inflamação. Após o diagnóstico preciso, o especialista deve considerar o histórico do animal, recorrência, entre outros aspectos. Além de medicamentos, durante o período do tratamento, é necessário limpar o ouvido do animal com produto específico até duas vezes por dia. Em geral, a otite demora de 3 a 6 semanas para ser tratada por completo.

Últimas notícias

Comentários