Seu bichinho perde muito pelo?

Entenda a diferença entre as raças, e os cuidados que se deve ter ao dar banho em cães e gatos, para evitar problemas de pele

por Da redação com assessorias 25/08/2014 17:03

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Freeimages
Normalmente, os cães precisam tomar banho toda semana. Caso tenham algum problema de pele, essa rotina pode ser dobrada, de acordo com orientação médica (foto: Freeimages)
A queda de pelos é algo natural em animais domésticos e a intensidade pode variar de acordo com fatores ambientais, como temperatura, e a raça do pet. É a forma que o organismo do animal encontrou de eliminar os pelos danificados e deixar que novos cresçam no lugar. É necessário, porém, que o dono fique atento à queda intensa e possíveis alterações na pele do bichinho, sinais de que há algo errado com a saúde física ou emocional dele.

"A perda anormal de pelos em cães e gatos pode ser ocasionada por vários fatores, como algum processo alérgico, infecção por bactérias ou fungos, presença de parasitas [pulgas e carrapatos], sarna, estresse, má alimentação, doenças endócrinas ou imunológicas e o uso de alguns medicamentos. Por isso, é importante a investigação por um especialista", explica a médica veterinária Érica Tamagusku. Ela ainda lembra que fêmeas no pós-parto também podem apresentar queda excessiva de pelos, pois as energias são concentradas para a amamentação de seus filhotes, fazendo com que sua pelagem fique fraca.

Já a irritação da pele do animal, incluindo vermelhidão e coceiras, inchaços, manchas, descamação, feridas, tufos de pelos que saem facilmente e falhas na pelagem são alguns dos principais sinais de que a queda de pelos precisa ser investigada. Mas também é possível prevenir o problema tomando algumas medidas simples para manter a saúde da pele do animal.

"Banhos e tosas frequentes com produtos de qualidade, escovação diária, banho moderado de sol e alimentação balanceada com todos os nutrientes que o organismo do animal necessita, são algumas das medidas para manter saudável a pele do pet e, consequentemente, evitar a queda anormal de pelos", adverte a especialista.

Confira abaixo algumas dicas para o banho de seu cão ou gato:

  • Normalmente os gatos são mais limpos, fazem a higiene do pelo todos os dias, e um banho por mês pode ser suficiente, mas a retirada dos pelos mortos deve ser feita com escovação diária. Já os cães podem tomar banhos semanalmente ou a cada 15 dias. Depende de quanto se sujam ou do tipo de pelagem. Cães com problemas de pele como seborreia ou piodermites podem até tomar dois banhos por semana de acordo com a orientação do médico veterinário

  • Para o banho, recomenda-se água morna e o animal deve ser seco com um secador ou uma toalha. Antes de iniciar o banho, deve-se colocar algodão nos ouvidos do bichinho, para evitar entrada de água, mas com o cuidado, para ficar difícil de se retirar depois. Lave o animal da cabeça para a cauda, tomando cuidado especial com os olhos e ouvidos

  • Em animais sem problemas de pele, uso xampu neutro de uso veterinário, ou então um sabonete neutro. Já cães e gatos com seborreia, piodermite, sarna, o xampu deve ser prescrito pelo especialista, assim como a frequência dos banhos

  • Inicie a secagem com uma toalha, enxugando bem a cabeça e orelhas, retirando então o algodão dos ouvidos e, depois, seque o corpo. O uso ou não do secador vai depender do tipo de pelagem e da temperatura ambiente. Animais de pelo longo ou denso exigem o uso do aparelho. Em dias mais quentes, evite o uso de secadores, ou use no modo ventilação

  • Os olhos devem ser limpos com algodão e água, passando levemente sobre as pálpebras, do fucinho em direção às laterais dos olhos. Os ouvidos devem ser limpos com algodão seco, enrolado no dedo, e limpando somente até onde se alcança. O uso de cotonetes deve ser evitado. Caso os ouvidos tenham muita cera, sensibilidade exagerada, desconforto, coceira ou odor estranho, é preciso levar o animal ao veterinário

  • Filhotes saudáveis podem começar a tomar banho a partir de 40 dias de vida

Fonte: Blog Petcare

Últimas notícias

Comentários