Saiba como respirar certo e potencializar seu treinamento

Muitas vezes pouco valorizada, a respiração pode fazer a diferença durante a musculação e, principalmente, em exercícios aeróbicos. Especialistas explicam como fazer ginástica de forma correta

por Fernanda Nazaré 01/09/2014 18:43

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Zuleika de Souza/CB/D.A Press
Durante exercícios mais fortes, deve-se lembrar de respirar pelo nariz e expirar pela boca (foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
Yoga, exercícios de relaxamento e de controle da ansiedade já utilizam a respiração como um dos principais focos de suas suas práticas. Prestar atenção em como o ar entra e sai de nosso corpo também pode fazer a diferença quando se frequenta a academia.

Segundo o educador físico Willian Pimentel, membro do Conselho Regional de Educação Física de Minas Gerais, é perceptível o melhor rendimento dos praticantes de atividades físicas que sabem controlar e monitorar a respiração: "Não há um estudo científico que comprove essa eficácia, ainda, mas eu noto a nítida diferença em meus alunos".

Além de se preocupar com a respiração, como explica o presidente da Academia Brasileira de Rinologia, Nilvano Andrade, é preciso priorizar sua realização pelo nariz. "Inspirar pela cavidade nasal é filtrar o ar, e permitir a expiração pela boca, torna a troca mais coerente e saudável. Quando realizamos um esforço físico mais intenso, é comum e normal utilizarmos a respiração oral. Não há problemas, mas a respiração predominante tem que ser a feita pelo nariz".

Respirar pela boca não é errado, mas deve ser realizado em momentos de exaustão, o que acontece, por exemplo, com maratonistas. De acordo com William Pimentel, esse tipo de atleta, quando atinge cerca a marca de 30 km na corrida, não consegue mais controlar a respiração. "Nesse caso, a musculatura está tão treinada, com tanta fibra muscular, que o corpo suporta terminar a prova com menor quantidade de oxigênio", explica.

Para ter a respiração como uma auxiliar na malhação, o educador físico dá algumas dicas:

  • Não prenda a respiração ao levantar peso. Se o ar está "preso", falta oxigênio ao cérebro e a pessoa pode até sofrer um desmaio

  • Puxe o ar pelo nariz no momento em que se levanta o peso e solte pela boca, na descida, conforme for relaxando a musculatura do membro que está sendo trabalhado

  • A necessidade de respirar pela boca durante um treinamento aeróbico pesado, como a corrida, é normal. Mas, se durante o aquecimento da atividade (nos primeiros 5 a 10  minutos), respirar apenas pelo nariz não é suficiente, aconselha-se investigar se existe algum problema respiratório, como uma obstrução das vias aéreas

  • Para monitorar se a respiração é excessiva, na pausa entre os exercícios, coloque a mão no peito e conte os movimentos do diafragma durante um minuto. Se ultrapassar 50 movimentos, deve-se diminuir um pouco o ritmo da atividade

  • Gestantes devem ter atenção redobrada. Quando ela faz algum o exercício deitada ou de lado, o feto comprime algumas veias e artérias, dificultando a troca gasosa. Isso pode causar tontura e falta de ar na mãe

Últimas notícias

Comentários