Mais oxigênio para o Uno

Fiat aposta na tecnologia start&stop para aumentar as vendas de seu modelo básico, que enfrenta concorrência acirrada no mercado

por Fábio Doyle* 04/09/2014 13:54

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fiat Automóveis/Divulgação
Para tentar contornar a queda nas vendas do Novo Uno, a Fiat investiu em novo design e no sistema start&stop, que reduz o consumo de combustível e de emissão de CO2 (foto: Fiat Automóveis/Divulgação)
BUENOS AIRES (ARG) - Como que injetando ar nos pulmões de seu carro chefe em vendas, a Fiat apresenta o novo Uno edição 2015, apostando na introdução de tecnologias de ponta para reconquistar os consumidores em busca de um compacto. Entre 2011 e hoje, o segmento, que tinha sete concorrentes, passou a ter nove, entre eles o "ameaçador VW up!".

As vendas do compacto Fiat vêm registrando queda desde a entrada na nova geração do Uno no final de 2010. O volume de emplacamentos, que em 2011 foi de 273.537 mil unidades caiu para 184.362 em 2013. Neste ano, até agosto, o Uno, que caiu da segunda para a terceira posição no ranking dos compactos, registrou 81.858 unidades. A média mensal, que em 2001 foi de 22.794 unidades, caiu para 21.319 em 2012, 15.363 em 2013 3 em 2014, até agosto, foi de 10.232. Os dados são da Fenabrave, a associação dos concessionários.

Fiat Automóveis/Divulgação
(foto: Fiat Automóveis/Divulgação)


A principal novidade é o sistema Start&Stop desenvolvido em parceria com a Bosch que equipa de série a versão Evolution 1.4. É a primeira vez que essa tecnologia, voltada para a redução no consumo de combustível e da emissão de CO2 no meio ambiente, é usada em um carro nacional. Ao parar em um sinal de trânsito ou em congestionamentos assim que o motorista coloca a marcha em ponto morto e retira o pé da embreagem o motor é automaticamente desligado. Quando for colocar o carro em movimento novamente, assim que pisar na embreagem para engatar primeira o motor é acionado em 0,4 segundos. Se o motorista preferir não usar o sistema, basta apertar o botão que o desativa, localizado no painel.

Segundo a Bosch a economia de combustível gerada pode chegar a até 20%, ou seja, um tanque de combustível em cada cinco, disse Cláudio Demaria. Diretor de engenharia de produto da Fiat Automóveis. A bateria que equipa a versão com o Start&Stop tem maior amperagem, que tem preço cerca de 10% superior às demais. Ainda para garantir recargas mais rápidas da bateria, o alternador é especial, de 120 Ah. E mais, um estabilizador de tensão mantém constante a corrente elétrica para todo o veículo, mesmo durante as repartidas.

Fiat Automóveis/Divulgação
(foto: Fiat Automóveis/Divulgação)


O Start&Stop equipará por enquanto apenas a versão Evolution com transmissão manual. Não há impedimentos técnicos para que seja também utilizado na versão com câmbio dualogic, mas a ideia da Fiat, por enquanto é popularizar o sistema, até então presente apenas em carros de categorias superiores, disse Demaria.

A segunda maior novidade tecnológica no novo Uno 2015 é o sistema de transmissão dualogic sem a alavanca de marchas. Agora, o novo câmbio é controlado por botões no console central e por “borboletas” (padle shifts) atrás do volante para mudar as marchas manualmente. É a mesma tecnologia usada nos carros da Ferrari, ressalta.

O carro passou também por algumas alterações de design, o interior foi reformulado com ganhos em conforto e qualidade de acabamento.   O Novo Uno 2015 ganha também quadro de instrumentos com display de LCD de 3,5” de alta resolução, retrovisores externos elétricos com função Tilt Down, sensor de estacionamento traseiro, rádio integrado ao painel com display maior e novas funções, chave de seta com função Lane Change, entre outros equipamentos.

Fiat Automóveis/Divulgação
(foto: Fiat Automóveis/Divulgação)


Outra novidade do Novo Uno 2015 está nos comandos dos vidros elétricos (inclusive os traseiros) mais à mão, localizados agora nos painéis de portas. Os comandos dos retrovisores externos elétricos também ficam na porta do motorista, facilitando o manuseio. O Novo Uno pode trazer agora banco traseiro bipartido (60/40), com três encostos de cabeça e acompanhado por cinto de segurança de três pontos também para o passageiro central. Ele possibilita 16 configurações distintas para diferentes necessidades.

A gama 2015 do Fiat Uno passa a ter sete versões equipadas com os motores Fire Evo Flex 1.0 e 1.4. São elas: as novas Attractive 1.0 (R$ 30.990) e Evolution 1.4 Start&Stop (R$ 34.990), mais as versões Way 1.0 (R$ 31.490) e 1.4 (R$ 34.990) e a Sporting 1.4 (R$ 36.650). Todas com quatro portas. A elas somam-se as versões Vivace 1.0 de duas (R$ 34.990) e de quatro portas (R$ 36.650), que mantêm a carroceria anterior, mas já como linha 2015.

* O jornalista viajou a convite da Fiat Automóiveis

Últimas notícias

Comentários