BooDiGo: site de buscas de conteúdo erótico

Para concorrer com o Google, Bing e Yahoo!, mas de uma forma diferente, foi criado, nos Estados Unidos, uma ferramenta de pesquisa para usuários que buscam sites com material adulto

por João Paulo Martins 18/09/2014 15:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
BoODiGo/Divulgação
Cartaz de divulgação do novo site de busca BooDiGo, que traz os seguintes dizeres, em inglês: "A evolução da busca adulta, agora, está aqui" (foto: BoODiGo/Divulgação)
Que a internet é um vasto mundo, com conteúdo feito ou publicado para agradar a todo mundo, isso é sabido. Mas aqueles que buscam material pornográfico em sites de pesquisa como Google, Bing ou Yahoo!, normalmente, esbarram em filtros que censuram os resultados mais "descarados". Pensando nisso, e também para resguardar a privacidade do usuário – não armazena as informações da busca, por meio dos chamados "cookies" –, o empresário da indústria pornográfica americana, Colin Rowntree, proprietário da produtora Wasteland, lançou o buscador BooDiGo.

Criado em parceria com a empresa de programação 0x7a69, da Califórnia (EUA), e que é composta por ex-funcionários do Google, o site de pesquisa BooDiGo possui 25 funcionários que criaram, em dois anos, uma ferramenta especializada em conteúdo erótico e pornográfico. Hoje, se um internauta procura por "sexo" no Google, por exemplo, as páginas mais explícitas ou são bloqueadas pelo filtro familiar, ou aparecem nas últimas posições.

"Nos últimos anos, ficou cada vez mais difícil buscar conteúdo adulto legal e de qualidade nas principais ferramentas de busca. Como faço parte da indústria de entretenimento adulto, uma de nossas metas é promover audiência para os estúdios, sites e atores pornôs, levando o usuário diretamente para suas páginas, ao contrário do que é feito por outros mecanismos, que roubam seus conteúdos", explica Colin Rowntree, em entrevista exclusiva à Encontro.

Reprodução
Essa é a tela inicial da nova ferramenta de pesquisa de material erótico ou pornográfico BooDiGo (foto: Reprodução)
Segundo o empresário da indústria pornô, um dia após o lançamento do BooDiGo, que foi ao ar dia 15 de setembro, o site de buscas já tinha recebido mais de um milhão de visitantes. "Isso comprova que os usuários estão, com certeza, buscando alternativas para as ferramentas de pesquisa que existem hoje", diz.

Apesar de ser um site novo e com um intuito curioso, ele não é o primeiro do gênero. Quem quer ir atrás de conteúdo adulto, e não quer ser barrado pelos portais de busca "caretas", já tinha à disposição páginas como PornMD, Fapdu e SearchXXX. Além deles, o Tumblr, que é uma rede social especializada em imagens, possuía várias comunidades voltadas exclusivamente para material erótico ou pornográfico, mas perdeu esse conteúdo, depois que foi adquirido pelo Yahoo!

Últimas notícias

Comentários