Escadas rolantes agora estão mais seguras

Lei que já entrou em vigor, obriga a instalação de gradil de proteção lateral nos equipamentos

por PBH 07/10/2014 14:11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Paulo Filgueiras/EM/D.A Press
Escadas rolantes representam risco à segurança e já causaram diversos acidentes com crianças (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
A nova lei municipal de Belo Horizonte em vigor desde sábado (4) determina a instalação de medidas de segurança mais efetivas em escadas e esteiras rolantes. De uso comum em shoppings, lojas, cinemas e estações de transportes, os equipamentos deverão ser envolvidos com placas ou gradis de proteção nas laterais, sempre que houver obstáculo capaz de promover acidentes. De autoria do vereador Coronel Piccinini (PSB), a Lei nº 10.767/2014 foi sancionada e publicada no Diário Oficial do Município.

O parlamentar explica que a proposição da lei surgiu da necessidade observada em janeiro de 2013, quando uma jovem de 13 anos se feriu ao prender a cabeça entre a escada rolante e a parede ao lado, num shopping na região central de Belo Horizonte. Enquanto subia, a jovem teria deixado o corpo tombar lateralmente para fora da linha da escada para olhar o andar de baixo e não percebeu a aproximação da parede. De acordo com o vereador, uma proteção mais alta nesses locais de encontro poderia impedir esse tipo de acidente. A iniciativa busca estabelecer uma exigência legal para a instalação das barreiras.

Conforme o texto, as placas ou gradis devem ser feitas em plástico, acrílico, metal ou borracha e sua conservação ficará a cargo de empresa ou profissional especializado. Outra medida prevista pela nova lei é a disponibilização de sistema que permita a imediata interrupção do funcionamento da escada/esteira, em caso de emergências. Agora falta a regulamentação da lei na Câmara Municipal.

Últimas notícias

Comentários