Ralph Lauren completa 75 anos e já acumula uma fortuna de US$ 7 bilhões

Ainda trabalhando ativamente, o estilista americano ficou consagrado por trazer uma nova identidade ao vestuário e aos acessórios masculinos, além de influenciar a indústria da moda

por Fernanda Nazaré 15/10/2014 12:04

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Gryffindor/Reprodução
Sede da grife Polo, de Ralph Lauren, na Mansão Rhinelander, na avenida Madison, em Nova Iorque (EUA). O estilista, filho de imigrantes judeus bielorrussos, começou com uma pequena confecção de gravatas (foto: Gryffindor/Reprodução)
Em outubro de 2014 o estilista americano Ralph Lauren – filho de imigrantes bielorrussos, seu nome de batismo é Ralph Lifshitz, e foi criado no Bronx, em Nova Iorque (EUA) – completa 75 anos de vida, sendo quase 50 dedicados à formação de um verdadeiro império na indústria da moda internacional. Para quem acha que ele está descansando, aproveitando o fruto de seu trabalho, se engana. Ralph ainda está na ativa e projetos não param de sair do papel.

Ralphlauren.com/Reprodução
Imagens da Ralf%u2019s Coffee, loja conceito criada pelo estilista, e que traz produtos ligados ao café (foto: Ralphlauren.com/Reprodução)
Tudo começou com uma pequena confecção de gravatas para lojas de departamentos. Hoje, Ralph Lauren e sua marca Polo são sinônimos de luxo minimalista, voltados para a alta sociedade. Além da moda, o estilista enveredou por uma nova empreitada: abriu o Ralf’s Coffee, uma cafeteria dentro de sua loja conceito, em plena 5ª Avenida, em Nova Iorque.

Há cerca de um mês, além de vender jaquetas e outras peças famosas de sua criação, o designer passou a oferecer produtos personalizados ligados ao café, incluindo uma marca própria do grão, que é importado da América do Sul e da África. Segundo Ralph Laurent, "o aroma do café moído na hora desperta várias memórias, como a de se ficar junto com amigos, família e pessoas amadas".

Mas a entrada no universo da gastronomia não é algo novo. O estilista é dono de dois restaurantes: um em Chicago (EUA) e outro em Paris (França). Ambos com decoração impecável e com os ambientes criados de acordo com a região em que se localiza.

Sucesso

A fortuna acumulada por Ralph Laurent é estimada em US$ 7 bilhões, de acordo com a revista americana Forbes. A "marca do cavalinho", como é reconhecida a famosa logomarca da grife, surgiu junto com sua primeira coleção de gravatas: foi baseada no aristocrático universo da prática do polo.

Ralphlauren.com/Reprodução
Nascido em 1939, no Bronx, em Nova Iorque, Ralph Laurent já acumulou uma fortuna de US$ 7 bilhões, segundo a revista Forbes (foto: Ralphlauren.com/Reprodução)
A marca Polo remodelou o estilo dos norte-americanos. Camisas de gola, calças de montaria e blazers ditaram o visual dos mais "abastados" nos anos de 1980 – década de grande "explosão" internacional da marca.

Antes disso, Ralph Laurent se dedicou exclusivamente à moda masculina, lançando a primeira coleção em 1967. Com um estilo clássico, ao mesmo tempo contemporâneo, agradou aos fashionistas da época. Não demorou para surgirem os lançamentos voltados ao público feminino, com peças mais sofisticadas, de alta costura, além de perfumes e artigos para casa.

Tapete vermelho

O filho de imigrantes judeus, ainda na década de 1950, começou a frequentar o curso de administração, mas, como se interessava em desenhos, percebeu que seu caminho era outro, e deixou a faculdade para abrir uma pequena confecção de gravatas.

Após chamar a atenção de uma loja de departamentos, que encomendou mil exemplares de gravatas, o designer ganhou reconhecimento local. A fama mundial, porém, só veio após criar figurinos para dois filmes que se tornaram clássicos em Hollywood: O Grande Gatsby, com o ator Robert Redford, em 1974; e Noivo Neurótico, Noiva Nervosa, de Woody Allen, que trazia o estilo moleca de Annie Hall, personagem de Diane Keaton.

A partir do sucesso no cinema, atrizes e atores passaram a desfilar figurinos de Ralh Laurent nas estreias de filmes e nos tapetes vermelhos das premiações, especialmente o Oscar.

Moda masculina

Podemos dizer que Ralph Lauren foi um dos pioneiros da moda masculina, e novos estilistas surgiram, aproveitando o sucesso do estilo "casual chique", representado pela Polo.

Veja alguns designers que produzem para o universo dos homens e que são queridinhos das estrelas de cinema:

  • Eyan Allen: está à frente da grife Hugo Boss. Foi um dos responsáveis pelo processo criativo na reestruturação da marca

  • Hedi Slimane: ocupou o cargo de diretor na Dior por sete anos. Atualmente, está na Yves Saint Laurent, famosa pelo seu corte preciso nas roupas masculinas

  • Tom Ford: associado ao italiano Domenico de Sole, Ford fez da decadente Gucci um negócio bilionário. Os dois enfrentaram e venceram o francês Bernard Arnault, e compraram, em 1999, a maison Yves Saint Laurent. Com a definitiva saída de cena do estilista francês Yves Saint Laurent, em 2002, Tom Ford tornou-se o comandante absoluto da lendária marca, além de ter sua própria grife

  • Calvin Klein: suas linhas clássicas e suaves começaram a aparecer em coleções sportswear. A grife possui lojas em mais de 100 países, incluindo diversas unidades no Brasil, geralmente instaladas em shoppings centers voltados para a classe A

  • Marc Jacobs: ficou conhecido no fim dos anos 1980, ao desenhar e apresentar uma coleção em estilo "grunge" – ritmo que surgiu em Seattle (EUA), famoso no som da banda Nirvana. As bermudas até o meio dos joelhos revolucionavam os costumes locais e se difundiram para todo o país. Nessa época ele era diretor de estilo da marca Perry Ellis. Hoje, tem sua própria grife, que leva seu nome

Últimas notícias

Comentários