Capela no morro do Bonfim em Itaúna é incendiada

Apesar de o incêndio na mata que faz parte do morro ter sido controlado um dia antes, a construção histórica ficou destruída com um incêndio de causa conhecida

por Da redação com assessorias 16/10/2014 17:04

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Prefeitura de Itaúna/Divulgação
A capela do Senhor do Bonfim ficou totalmente destruída pelo incêndio (foto: Prefeitura de Itaúna/Divulgação)
O Morro do Bonfim, na cidade de Itaúna, região central de Minas Gerais, sofreu a perda de uma grande área de mata, provocada por um incêndio, que durou cerca de cinco dias – mesmo com a ação dos bombeiros. Após o controle do fogo, na noite de quarta-feira (15/10), na madrugada de quinta-feira, 16/10, a população recebeu uma triste notícia: a capela do Senhor do Bonfim, situada no alto do morro, foi incediada.

Márcio Carvalho/Divulgação
A capela foi construída em meados do século XIX e fazia parte do patrimônio histórico de Itaúna (foto: Márcio Carvalho/Divulgação)
Ainda não se sabe as causas do incêndio. O telhado veio ao chão e o interior da igreja ficou totalmente destruído. Em nota enviada à imprensa, a prefeitura de Itaúna esclarece que não tem nenhuma responsabilidade em relação à capela e lamenta o ocorrido e "pede novamente que a população se sensibilize pela causa".

Assim como a capela e o morro do Bonfim, em vários outros pontos da cidade, o fogo tem sido um fator preocupante. "Não sabendo a procedência dos incêndios, pedimos apenas que presevem a natureza, nosso bem mais precioso. Em decorrência do tempo seco, as matas estão mais propícias a sofrerem esse tipo de ação. Pedimos também que denunciem caso presenciem cenas como essa", afirma Renato Corradi Bechelaine, secretário de administração de Itaúna.

Últimas notícias

Comentários