Smartphones estão nas mãos dos jovens, diz pesquisa

O dispositivo eletrônico é usado por grande parte das pessoas de sete a 34 anos. Já para a faixa etária acima de 55 anos, o celular "inteligente" só atrai 4% do público

por Da redação com assessorias 20/10/2014 12:37

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Freeimages
Grande parte dos smartphones estão nas mãos de pessoas mais jovens, abaixo de 34 anos, segundo pesquisa realizada por uma empresa de análise de mercado (foto: Freeimages)
Será que o uso dos aparelhos smartphones, que misturam a tecnologia celular com grande parte das funções dos computadores, se tornou um hábito entre as pessoas? Ao menos entre os jovens de sete a 34 anos isso é uma verdade. É o que mostra uma pesquisa feita pela empresa Kantar Worldpanel , de análise de mercado. Segundo os dados, os smatphones correspondem a 41% dos aparelhos adquiridos pela chamada geração Y (pessoas com idades entre 19 a 34 anos) e a 37% dos dispositivos comprados pela geração Z (entre sete e 18 anos).

Quando se aumenta a idade do consumidor, o quadro muda. A geração X (entre 35 a 54 anos) representa 19% do mercado que consome os celulares "inteligentes" e os chamados Baby Boomers (com 55 anos ou mais) estão em último lugar, com apenas 4% de aquisição de smartphones.

Celular novo

Só no ano de 2013, o gasto com tablets e celulares aumentou 12%, passando de R$ 684 por ano, em média, para R$ 767. Apesar desse crescimento, 37% das pessoas que não têm smartphones afirmam que não vão adquirir o produto nos próximos 12 meses. Entre os principais motivos estão preço, falta de familiaridade com a tecnologia e planos de dados muito caros.

A geração Z (de sete a 18 anos) é a mais decidida entre os possíveis compradores de smartphones. A pesquisa mostra que 57% desses jovens pretendem adquirir o aparelho nos próximos 12 meses, tendo a  Apple e a Sansumg como marcas preferidas.

Últimas notícias

Comentários