Embraer apresenta seu primeiro avião de transporte militar

A aeronave KC-390 é fruto de uma parceria com o Ministério da Defesa do Brasil, que já fez o pedido de 28 unidades, a serem entregues em até 10 anos

por Da redação com assessorias 22/10/2014 14:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ministério da Defesa/Divulgação
O KC-390 está sendo totalmente fabricado no Brasil, e possui 35 metros de comprimento e chega a 850 km/h de velocidade (foto: Ministério da Defesa/Divulgação)
A Embraer apresentou na última segunda, dia 20 de outubro, o primeiro protótipo do avião de transporte militar KC-390 produzido em sua fábrica na cidade de Gavião Peixoto, em São Paulo. A aeronave é capaz de levar tropas a qualquer região do país com rapidez, além de transportar equipamentos militares desmontados, como o novo blindado Guarani, produzido pela Iveco em Sete Lagoas, Minas Gerais, para o exército brasileiro.

O evento de divulgação do KC-390 contou com a presença do Ministro da Defesa, Celso Amorim, do comandante da Força Aérea Brasileira (FAB), tenente-brigadeiro-do-ar Juniti Saito, e de comitivas e representantes de mais de 30 países. "O programa KC-390 demonstra a capacidade da Embraer de gerenciar um projeto complexo e de alta tecnologia como este, e de executá-lo dentro do planejamento previsto", diz Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança.

O acordo entre a FAB e a fabricante brasileira de aviões, assinado em maio deste ano, prevê a aquisição de 28 aeronaves do modelo KC-390, ao longo de dez anos. Outros países também se interessaram, como Argentina, Portugal e República Tcheca – a Embraer já recebeu 32 pedidos do novo modelo.

De acordo com o ministro Celso Amorim, o desenvolvimento do KC-390 é um avanço para o país, não só por fortalecer a base indústrial de defesa, pela geração de emprego e tecnologia de ponta, mas também pelo fortalecimento da autoestima brasileira. "Momentos como este nos enchem de orgulho, essa aeronave é um prodígio de avanço tecnológico", afirma.

A aeronave ainda passará pelas avaliações iniciais de sistemas, que devem levar ao primeiro acionamento do motor e, em seguida, aos testes de vibração em solo e demais ensaios planejados. Este avião é o primeiro de dois protótipos que serão usados nas campanhas de desenvolvimento, testes de solo, testes de voo e certificação.

Últimas notícias

Comentários