Saiba como evitar poeira nas cortinas e combater os ácaros

A falta de chuva eleva a quantidade de partículas no ar, que acabam acumuladas nas cortinas e persianas, e se tornam um viveiro para os microscópicos animais que são um "veneno" para os alérgicos

por Fernanda Nazaré 22/10/2014 16:33

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Jomar Bragança/Divulgação
Persianas em madeira ou alumínio são as mais recomendadas para quem quer evitar o acúmulo de pó, e, consequentemente, de ácaro (foto: Jomar Bragança/Divulgação)
Ficamos quase um mês e meio sem chuva prolongada, e mesmo com as pancadas esporádicas, é normal observar uma camada de poeira fina de poluição no horizonte de Belo Horizonte. Na última quarta-feira, dia 15 de outubro, a umidade do ar na capital mineira atingiu um nível crítico, de deserto: apenas 15%. Quem mais sofre com esse tipo de clima são as pessoas alérgicas, que têm alguma doença respiratória crônica como bronquite, rinite ou sinusite.

A tentativa de se refugiar em ambiente fechado para ficar longe do ar poluído pode se tornar um "tiro que sai pela culatra". As cortinas de pano tendem a acumular ainda mais poeira no período de estiagem e, com isso, se tornam ambiente propício para os ácaros – um aracnídeo microscópico que é responsável por gerar alergias respiratórias. Os corpos dos ácaros mortos e seus excrementos ficam misturados com a poeira dentro das casas, causando as crises alérgicas.

As partículas em suspensão no ar – a "boa e velha" poeira –, tendem a se aglomerar em maior quantidade nas fibras de tecidos das cortinas e também nas lâminas de persianas. Para agravar esse cenário, é comum as pessoas acharem que esses objetos não precisam ser limpos no cotidiano, como explica a empresária Cátia Alves, que é dona de fábrica de persianas e cortinas. "Elas devem ser tratadas como os móveis e os eletrodomésticos, e precisam de limpeza constante, senão, o 'senhor pó preto' vai aparecer mesmo", afirma.

Segundo a especialista, as peças feitas em tecido devem ser limpas como parte da rotina semanal de higienização da casa, usando o bocal em formato de escova do aspirador de pó. Panos úmidos ou produtos de limpeza não são indicados. O envio de cortinas e persianas para serem lavadas em empresas especializadas deve ser feito, normalmente, uma vez ao ano. Produtos em madeira ou alumínio podem ser limpos, eventualmente, com um pano levemente umedecido em água, e sem movimentos vigorosos que possam danificar as lâminas.

Para casos agudos de alergia, já existem persianas que eliminam 99% das bactérias, e possuem, em sua composição, elementos antiácaros. Outra alternativa é escolher materiais que naturalmente retêm menos pó, como persianas em madeira ou em alumínio. Por não possuírem poros ou fibras, não deixam espaço para a proliferação de micro-organismos.

Últimas notícias

Comentários