Cuidado para não ter seus bens furtados dentro de um hotel

Um vídeo que flagra uma camareira mexendo nos objetos pessoais de um hóspede, nos Estados Unidos, chama a atenção para os cuidados que se deve ter ao deixar mala e demais equipamentos dentro do quarto do hotel

12/11/2014 10:14

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Vince Stravix/Reprodução
Vídeo que está entre os mais vistos esta semana no YouTube mostra o flagrante de uma camareira mexendo nos objetos pessoais de um hóspede (foto: YouTube/Vince Stravix/Reprodução)
Você está aproveitando aquela viagem dos sonhos, para um destino paradisíaco. Devia ser um momento único, de lazer, mas tudo vai por "água abaixo" quando se tem uma decepção: algum objeto é furtado dentro do quarto do hotel. Isso pode até não ter acontecido com você, mas é mais comum do que se pensa.

No dia 5 de novembro, um turista chamado Vince Stravix estava hospedado num hotel americano de uma grande rede – ele não revelou o nome – e flagrou com a câmera de seu notebook uma camareira mexendo em seus objetos, incluindo o tablet, o videogame Playstation 3 e até mesmo no próprio computador que a filmava. O vídeo foi colocado no YouTube e já tem mais de 2,6 milhões de visualizações.



Em resposta a alguns usários, Vince disse que preferiu não citra o nome do hotel para não criar boatos e boicotes à rede.

Em setembro deste ano, algumas turistas brasileiras também foram alvo da ação de ladrões dentro de hotéis em Orlando, na Flórida (Estados Unidos) – um dos principais destinos dos brasileiros. Adriana Barcelar, que é natural de São Paulo, ao voltar para seu quarto no hotel, após visitar os parques temáticos da Disney, juntamente com uma irmã e duas amigas, se assutou com a bagunça que encontrou. Gavetas reviradas, malas abertas e roupas e objetos espalhados. Até o cofre havia sido aberto, e os meliantes levaram dinheiro e os passaportes.

O mesmo aconteceu com Lucila Santos, de São Caetano do Sul (SP), que havia se hospedado com os filhos e uma amiga na cidade americana. O hotel ficava próximo ao Universal Studios, e no sétimo dia de viagem, ao voltar para o hotel, a luz do quarto estava acesa e os pertences revirados.

Confira abaixo algumas dicas para não ser vítima de furto em hotéis e nos passeios:

  • Desconfie de hoteis muito baratos. Um bom serviço e a garantia de segurança pode custar um pouco mais caro, mas vale a pena. Leia também os comentários e avaliações de usuários em sites especializados

  • Digitalize todos os documentos importantes como passaporte, seguro saúde, carteira de motorista e, principalmente, o visto americano. Mande tudo para seu email, pois, caso precise resolver algum problema, isso vai facilitar  sua vida, se algum documento for roubado ou perdido

  • Use uma doleira, ou seja, uma mini pochete que escondida dentro da roupa, colada ao corpo. Quando for sair para fazer compras, coloque dinheiro e cartões dentro dela. É um bom lugar para guardar o passaporte também

  • Evite andar com muito dinheiro em espécie. Prefira os cartões de viagem e os pré-pagos, que são mais seguros

  • Se puder, deixe para comprar as coisas de maior valor nos últimos dias da viagem. Câmeras, computadores e celulares, por exemplo, chamam muito a atenção e são difíceis de esconder no quarto do hotel

  • Quando abrir as caixas de computadores e objetos de maior valor agregado, não as deixe no quarto ou no corredor do hotel. Rasgue, em pedaços pequenos, coloque numa sacola, e, sem seguida, no lixo

  • Ao visitar as lojas estilo outlet, se você for comprar muita coisa e não conseguir carregar em sacolas, leve uma mala de rodinhas e vá colocando tudo nela. Não volte para o carro para guardar as compras. O outlet é um lugar onde as pessoas vão exclusivamente para gastar dinheiro e muito visado por ladrões

  • Nunca deixe compras ou objetos de valor (incluindo passaporte) dentro de veículos, independente de estarem dentro de estacionamentos

  • Caso vá visitar a praia, não deixe seus pertences desacompanhados ou sob os cuidados de pessoas desconhecidas

  • Fique ainda mais atento em locais movimentados e frequentados por turistas, como centros de compras, hotéis, parques temáticos e estacionamentos (pagos ou não)

  • Lembre de tomar os mesmos cuidados que você teria em um grande centro urbano

Fonte: Portal Vivendo Orlando e Consulado-Geral do Brasil (Miami)

Últimas notícias

Comentários