Mais conteúdo e tecnologia para o Chevrolet Cruze

Mudanças estéticas acompanham o padrão global com nova frente, luz de direção diurna em LED e evoluções na calibração do motor e transmissão automática, que resultam em economia e melhor dirigibilidade

por Fábio Doyle 27/11/2014 10:26

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
A grande novidade do modelo 2015 do Chevrolet Cruze é o motor mais econômico, além de faróis DRL (foto: Divulgação)
Montevidéu – Com alterações de design e inclusão de novos itens de conforto, segurança e conforto a GM apresentou a linha 2015 do Cruze três anos após seu lançamento no Brasil.

Em relação a performance, o Cruze 2015 ficou mais ágil e econômico no trânsito em decorrência do maior torque (força) em médias rotações e do remapeamento do ponto de troca de marchas.

Estas novidades estreiam simultaneamente no Sport6 e no sedã, equipados com motor Ecotec 1.8 Flex de 144 cavalos.

As mudanças visuais do Cruze estão concentradas na parte frontal do veículo. O para-choque foi redesenhado, passando a sensação de maior robustez e esportividade. A grade bipartida traz agora novos elementos estilísticos e incorpora barras cromadas na versão LTZ.

Novidade estética e de segurança são os faróis DRL (luzes diurnas), agora item de série. Compostos de LEDs e localizados sobre os novos faróis auxiliares, eles facilitam a visualização do veículo por outros motoristas e pedestres durante o dia. O acionamento ocorre automaticamente assim que a ignição é acionada. Essa solução reduz acidentes em 5% de acordo com Samuel Russell, diretor de marketing da GM do Brasil.

O Cruze ganha também novas rodas de alumínio de 17 polegadas, com desenho exclusivo para as versões LT e LTZ.

Divulgação
(foto: Divulgação)


Duas novas opções de cores também passam a ser ofertadas: Branco Vintage e Cinza Aztec, que se juntam às Azul Macaw, Branco Summit, Bege Desert, Preto Carbon Flash, Prata Switchblade, Cinza Mond e Vermelho Pepper, essa exclusiva para o Sport.

Os vidros elétricos agora são erguidos automaticamente assim que o usuário trava as portas pelo controle remoto. Outra novidade é a possibilidade de acionamento do motor por meio de uma tecla no chaveiro do veículo.

“Dessa forma, minutos antes de entrar no carro em um dia quente, o usuário pode acionar a ignição remotamente para ativar o ar-condicionado e climatizar a cabine”, explica William Bertagni, vice-presidente de engenharia de produto da GM América do Sul.

Bancos, portas e painel passam a ser revestidos em couro bicolor (Brownstone e Jet Black) com costura pespontada. O couro é natural nas partes centrais, que ficam em contato com o corpo e sintético nas molduras dos bancos.

Desde a configuração LT de entrada, o Cruze vem equipado com diversos itens de segurança, como controles eletrônicos de tração e estabilidade (ESP), airbags frontais e laterais, cinto de segurança de três pontos em todos os assentos, sistema isofixpara a fixação de cadeirinhas infantis e trava interna antissequestro.

Ar-condicionado eletrônico, direção elétrica progressiva, retrovisor interno eletrocrômico, sistema multimídia com bluetooth com comando por voz em português e volante multifuncional regulável em altura e profundidade reforçam a lista.

Na lista de opcionais o Cruze oferece sensor de chuva e crepuscular, câmera de ré com gráfico para o auxílio a manobras, navegador com GPS, airbag de cortina, sistema presencial de abertura das portas e de acionamento do motor por meio do botão Start/Stop no painel.

Além da recalibração do moderno motor Ecotec 1.8 Flex (144 cv), os engenheiros da Chevrolet desenvolveram uma nova geração da transmissão de seis velocidades, batizada de GF6-2.

Divulgação
(foto: Divulgação)


Em comparação com o antecessor, o modelo 2015 foi até 1.2s mais rápido na prova de 0 a 100 km/h, cravando 10.2s quando abastecido com etanol, segundo informações do fabricante. As retomadas de velocidade também ficaram mais ágeis, seja no modelo manual como no automático.

Isso é resultado de tecnologias como o cabeçote com duplo comando de válvulas continuamente variável, que torna as respostas do propulsor muito rápidas e colabora para uma queima de combustível otimizada. O nível de emissão está também menor, informou Paulo Riedel, diretor de powertrain da montadora.

O coletor de admissão variável (VIM) é outro destaque. Privilegia o torque em baixas rotações e a potência em altas rotações, tornando as respostas do motor mais elásticas.

Para informar o motorista quanto ao momento ideal para a troca das marchas, o Cruze manual passa a trazer uma luz de alerta no quadro de instrumentos.

Já a versão automática apresenta melhora no consumo de combustível e agilidade ao efetuar as trocas em espaço de tempo 50% inferior, sendo capaz de realizar reduções duplas e triplas, informou Riedel.

Por ser inteligente, a transmissão aciona automaticamente o freio motor quando o controle de cruzeiro está acionado, mantendo estável a velocidade selecionada em declives.

Recentemente o Cruze atingiu a marca de 3 milhões de unidades emplacadas nos 118 países onde é comercializado, consagrando-o como o modelo Chevrolet mais vendido no mundo atualmente. No Brasil, mais de 140 mil unidades já foram vendidas, o que o posiciona como um dos líderes do segmento no país. O Brasil é o quarto maior mercado do Cruze no mundo, informou Russell.

As evoluções recebidas pelo Cruze não alteraram os preços sugeridos do Cruze 2015, que começa em R$ 70.400 (versão Sport6 LT1) e chega a R$ 87.300 (Sedã LTZ). Participante do segmento dos sedãs médios, o Cruze é o terceiro no ranking e deverá permanecer nesse lugar no próximo ano, disse Marcos Munhoz, vice-presidente da GMB. Nos dez primeiros meses deste ano o sedã Chevrolet vendeu cerca de 1.800 unidades por mës, ante 4.950 do Corolla e 4.500 do Civic.

Preços

  • Cruze Sport6’LT1 – R$ 70.400
  • Cruze Sport6 LT2 – R$ 77.100
  • Cruze Sport6 LTZ – R$ 86.400
  • Cruze Seda LT1 – R$ 73.500
  • Cruze Sedã LT2 – R$ 77.100
  • Cruze Sedã LT3 – R$ 79.100
  • Cruze Sedã LTZ R$ 87.300

Últimas notícias

Comentários