Você já "malhou" seu rosto hoje?

Tratamento com fonoaudióloga para trabalhar os músculos da face pode trazer uma aparência mais jovem e saudável

por Da redação com assessorias 26/12/2014 08:37

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fernando Lutterbach/Divulgação
Exercícios faciais trazem benefícios estéticos evitando assim, tratamentos mais radicais como a cirurgia plástica (foto: Fernando Lutterbach/Divulgação)
Todos se preocupam em malhar o corpo para melhorar a aparência, mas muita gente se esquece que o rosto é repleto de músculos que, quando tonificados, trazem benefícios estéticos e uma pele mais jovem e saudável. A fonoaudióloga Valesca Resende afirma que técnicas e exercícios capazes de trabalhar os músculos da face e pescoço podem prevenir e atenuar as marcas de expressão, flacidez, rugas e bolsas nas pálpebras.

De acordo com a profissional, especialista em motricidade orofacial, diversos fatores podem ser responsáveis por sinais precoces de envelhecimento, como a contração exagerada dos músculos faciais e alterações no padrão mastigatório. Exercícios para trabalhar esses músculos contribuem para uma aparência mais jovem. Os primeiros resultados são visíveis já no início do tratamento.

Além da questão estética, a técnica proporciona a adequação das funções orofaciais. O posicionamento incorreto da língua, por exemplo, pode contribuir para a formação da papada. Pacientes com paralisia facial, quando submetidos ao tratamento, podem recuperar os movimentos do rosto. O sulco nasolabial, conhecido como bigode chinês, também pode ser amenizado com exercícios específicos.

A especialista afirma que hábitos e posturas inadequadas também contribuem para o envelhecimento. “Uma pessoa com alteração mastigatória unilateral, por exemplo, pode apresentar assimetrias de bochechas e rugas mais acentuadas”, esclarece Valesca.

A estética facial é trabalhada em conjunto com outras técnicas, como acupuntura, massagens, alongamentos e drenagem linfática. Desse modo, o paciente evita tratamentos mais radicais como a cirurgia plástica. “Hoje, o paciente procura formas alternativas para o rejuvenescimento, mais voltadas para o bem estar, preservando a harmonia da face”, enfatiza.

Últimas notícias

Comentários