Conheça sete mitos e verdades sobre o câncer de mama

Será que todo nódulo encontrado no seio pode ser caracterizado como tumor? Essa e outras dúvidas são esclarecidas por um mastologista

por Da redação com assessorias 19/01/2015 11:17

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Paulo de Araújo/CB/D.A Press
Você sabia que mulheres com próteses devem fazer uma mamografia diferenciada, para que haja visualização correta do seio? (foto: Paulo de Araújo/CB/D.A Press)
O câncer de mama é a maior causa de morte por câncer nas mulheres em todo o mundo, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), que estima para 2014 o diagnóstico de 57.120 novos casos da doença. Para o mastologista Felipe Zerwes, professor da Faculdade de Medicina da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, mulheres de qualquer idade podem ter a doença. "Esse tipo de câncer é raríssimo em adolescentes e a incidência é baixa em pacientes abaixo de 35 anos, mas independentemente da idade, todos os casos suspeitos devem ser investigados adequadamente. A idade mais comum do diagnóstico é a partir dos 50 anos", comenta.

Confira abaixo sete mitos e verdades sobre o câncer de mama e tire dúvidas sobre a doença, que, se diagnosticada precocemente, tem altas chances de cura:

Dor na mama significa câncer?
MITO. Um grande número de pacientes, ao sentir dor na mama, logo acredita estar relacionada ao câncer, quando, na verdade, o câncer de mama na maioria dos casos é indolor.

Mulheres com histórico familiar da doença possuem mais risco de desenvolver o câncer?
VERDADE. Cerca de 5% a 10% dos casos de câncer de mama apresentam uma mutação genética, que predispõe o aparecimento da doença. As mulheres com histórico familiar possuem risco maior dessas mutações do que a população em geral.

O exame genético auxilia a identificar qual o melhor tratamento para o câncer de mama?
VERDADE. O estudo do perfil genômico da doença permite conhecer melhor o grau de agressividade do tumor, possibilitando uma escolha de tratamento mais apropriada para cada caso. É a chamada’ individualização do tratamento’.

Todo câncer de mama precisa ser tratado com quimioterapia?
MITO. O perfil genômico indica se a mulher com câncer precisa de quimioterapia, a partir de análise do subtipo de tumor. Caso seja de baixo risco, há possibilidade de exclusão do procedimento que, além da queda de cabelo, acarreta efeitos colaterais diversos, que podem até levar a paciente à internação.

O uso de desodorante aerossol pode causar câncer?
MITO. Essa crença se deve à suposição de que certas substâncias químicas presentes no desodorante aerossol estejam relacionadas com aumento de risco para câncer de mama, porém, evidências científicas disponíveis não corroboram a informação.

Todo nódulo pode ser caracterizado como tumor?
VERDADE. Tumor é um termo geral que caracteriza uma nodulação. Existem tumores benignos e tumores malignos. O câncer é um tumor maligno. A maioria dos tumores (ou nódulos) é benigna.

Há um procedimento diferente para as mulheres que têm prótese nos exames preventivos?
VERDADE. A paciente portadora de implantes de silicone realiza uma técnica especial durante a mamografia, denominada manobra de Eklund, para melhor visualização da mama.

Últimas notícias

Comentários