Tiradentes recebe R$ 4,75 milhões para reforma de igrejas

O dinheiro será usado para recuperação da estrutura do Santuário da Santíssima Trindade e das Capelas dos Cinco Passos da Paixão de Cristo

19/01/2015 18:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Anjosastrais.wordpress.com/Reprodução
A Igreja da Santíssima Trindade foi inaugurada em 1776, e em 1938 foi tombada como patrimônio histórico nacional (foto: Anjosastrais.wordpress.com/Reprodução)
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) destinará R$ 4,75 milhões à Paróquia de Santo Antônio na cidade mineira de Tiradentes – fica no Campo das Vertentes, a 190 km de Belo Horizonte. Os recursos não reembolsáveis – sem a necessidade de pagamento pela igreja – serão utilizados para a restauração arquitetônica e artística, além da recuperação da estrutura do Santuário da Santíssima Trindade e das Capelas dos Cinco Passos da Paixão de Cristo, tombados desde 1938, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O padre Ademir Sebastião Longatti, da Paróquia de Santo Antônio de Tiradentes, disse que “a obra de arte pede socorro. É história viva e a gente não pode perder”. Segundo ele, a população recebeu “com muita alegria” a notícia da concessão dos recursos do BNDES para a restauração do patrimônio histórico e cultural local datado do século XVIII.

Reconhecida como santuário na década de 1960, a Igreja da Santíssima Trindade foi inaugurada em 1776 como capela, na parte alta da cidade e, ao longo dos anos, foi incorporando vários elementos à estrutura original, informou a assessoria de imprensa do BNDES.  A reforma estrutural  da edificação, que abriga o único exemplar de uma imagem de Deus com trajes papais, tem prazo de 24 meses a execução da obra.

As Capelas dos Cinco Passos foram construídas por volta de 1745 e também sofreram degradação física, avaliaram técnicos do banco. O padre Ademir Longatti acredita que a licitação para a escolha da firma que executará o trabalho de restaurão dos bens deverá ocorrer em fevereiro próximo. “Nós estamos pesquisando em Belo Horizonte, para poder começar”.

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários