O que pode causar um desmaio súbito?

Depois que o comentarista PVC desmaiou ao vivo num programa de TV e virou assunto nas redes sociais, vale saber quais são as situações que podem levar ao 'desligamento' do organismo

por Fernanda Nazaré 28/01/2015 16:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Reprodução
Após demonstrar que não estava se sentindo bem, o comentarista Paulo Vinicius Coelho (dir.) perde os sentidos e cai em frente às câmeras, no programa ao vivo (foto: YouTube/Reprodução)
É sempre uma surpresa e, muitas vezes, um constrangimento quando a pessoa desmaia em público. Pode ser no meio da rua, fazendo exame de sangue ou mesmo no trabalho. Isso pôde ser visto no último fim de semana, com o jornalista Paulo Vinicius Coelho (conhecido como PVC), comentarista do canal de TV a cabo Fox Sports. Durante uma transmissão ao vivo, ele demonstrou não estar se sentindo bem. Percebendo o desconforto do colega, o apresentador Gustavo Villani chamou os comerciais, mas já era tarde: PVC desmaiou e foi ao chão na frente das câmeras e de todo o Brasil.

No final do programa, o comentarista voltou ao ar e deu uma explicação aos telespectadores (que já comentavam o ocorrido nas redes sociais), dizendo que o motivo do desmaio seria uma virose da qual estava se recuperando, além de um quadro de desidratação. Em seguida, o jornalista foi encaminhado a um hospital para receber hidratação com soro na veia.

As causas do desmaio podem ser muitas, segundo o clínico geral Breno Figueiredo Gomes, presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica de Minas Gerais. A mais comum é a falta de sangue no cérebro, e está relacionada a uma queda de pressão – fato que pode ser desencadeado por uma desidratação, por exemplo, como no caso do comentarista. "Outro motivo bastante comum é chamado de 'reação do vaso vagal', em que a pessoa em situação de estresse sofre vasodilatação periférica, o que diminui o fluxo de sangue para o cérebro e leva à perda de consciência", afirma o médico.

O desmaio também pode estar relacionado a doenças como arritmia cardíaca (em idosos), AVC e quadro convulsivo – nem sempre a convulsão é acompanhada de espasmos. Ainda segundo o clínico geral, não existe um cálculo de tempo entre os primeiros sintomas e o desmaio propriamente dito. Assim que a pessoa sentir uma tontura e o escurecimento da vista, para evitar a queda iminente, a melhor atitude é procurar um lugar para deitar e levantar as pernas. "A 'técnica' de sentar e abaixar a cabeça entre as pernas, que muitos fazem, não funciona. Isso porque a posição dificulta o caminho do sangue até a cabeça. A pessoa cai quando desmaia devido a um mecanismo de defesa do corpo: o fluxo sanguíneo segue de forma mais rápida para o cérebro quando se está deitado, e, assim, é possível recobrar os sentidos", explica Breno Gomes.

Assista ao vídeo do momento em que o jornalista Paulo Vinicius Coelho perde os sentidos ao vivo:

Últimas notícias

Comentários