Moradores do Barreiro impedem implantação de ciclovia

Prefeitura interrompe obras que dariam espaço a via exclusiva para bicicletas na avenida Barão de Monte Alto, após manifestação popular

11/02/2015 09:29

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Google Earth/Reprodução
Moradores e comerciantes da av. Barão de Monte Alto, no Barreiro, não querem a implementação de uma ciclovia na região, e alegam excesso de trânsito no local (foto: Google Earth/Reprodução)
A construção de uma ciclovia, que teria pouco mais de 1,5 km, na avenida Barão de Monte Alto, que fica no bairro Cardoso, região do Barreiro, em Belo Horizonte, foi cancelada pela Prefeitura de Belo Horizonte após manifestação da população que mora no local. No dia 3 de fevereiro deste ano, cerca de 50 moradores da região fecharam a avenida, queimaram pneus em protesto contra a ciclovia  e chegaram a levar o material que estava sendo organizado para o início da obra.

Segundo informações da Polícia Militar, os protestantes estavam insatisfeitos com a decisão da prefeitura em dar espaço para bicicletas numa avenida que, de acordo os moradores, mal está suportando o atual fluxo de carros.

A ciclovia também foi assunto de sessões no plenário da Câmara de Vereadores de BH. Os parlamentares que representam a região, como Juliano Lopes (SD) e Veré da Farmácia (PTdoB), engrossaram o coro dos moradores do Barreiro e foram criticados nas redes sociais. Durante reunião sobre o tema, na quinta-feira dia 5 de fevereiro, o vereador Juliano Lopes se defendeu das críticas: "Recebi diversos e-mails dizendo que somos contra ciclovias. Não é verdade. Somos contra implantação de ciclovias onde não existe condição de ser implantadas".

Em nota enviado à Encontro, a BHTrans informa que está avaliando a possibilidade de substituir o itinerário da ciclovia  na avenida Barão de Monte Alto por outra via. "A implantação da rota cicloviária de 4,32 km no Barreiro objetiva interligar bairros da região do Cardoso e do Conjunto Pongelupe à estação BHBUS Barreiro. A empresa está em contato com os moradores e comerciantes para avaliar as sugestões e reclamações", diz o texto enviado pela empresa.

Últimas notícias

Comentários