Palmeiras históricas do Serro são cortadas

Árvores símbolo do centro histórico da cidade mineira, que é famosa por seu queijo típico, foram atingidas por raios e serão substituídas, segundo informação da prefeitura

por Marcelo Fraga 11/02/2015 16:46

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Gilmara Paixão e Tiago Geisler/Divulgação
As famosas palmeiras do centro histórico do Serro não resistiram a uma descarga elétrica e estão sendo cortadas (foto: Gilmara Paixão e Tiago Geisler/Divulgação)
As palmeiras imperiais que enfeitavam a praça Dr. João Pinheiro, e que eram símbolos do centro histórico de Serro, cidade que fica a 226 km de Belo Horizonte, estão passando por um processo de remoção. As árvores, que por muitos anos fizeram parte da paisagem do município, foram atingidas por uma descarga elétrica proveniente de raios no mês de dezembro do ano passado e, desde então, tiveram suas estruturas abaladas.

O corte das árvores, que está sob supervisão do Corpo de Bombeiros da cidade vizinha de Diamantina, começou na quarta-feira, 11 de fevereiro, e está sendo feita por uma empresa especializada. As ruas no entorno da praça Dr. João Pinheiro foram interditadas preventivamente pela Polícia Militar.

A prefeitura do Serro informou, por meio de nota enviada à Encontro, que a necessidade de cortar as árvores foi atestada por um laudo elaborado por técnicos da Universidade Federal de Viçosa. Ainda de acordo com o executivo municipal, todos os órgãos ambientais foram informados sobre a remoção das palmeiras e sobre sua substituição, que deve ocorrer em breve, e será feita com árvores da mesma espécie.

Últimas notícias

Comentários