Como eliminar pelos no buço?

Dermatologista mostra a maneira mais eficaz e segura para acabar de vez com esse problema

por Da redação com assessorias 12/02/2015 12:04

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Raquellmake.com/Reprodução
Muitos métodos tradicionais de depilação agridem a pele. Especialista recomenda o uso de laser para minimizar danos e obter melhor resultado (foto: Raquellmake.com/Reprodução)
Considerado o vilão da beleza, os pelos faciais são os campeões em incomodar as mulheres, principalmente aqueles que ficam localizados logo acima da boca, o famoso bigode feminino. Herança genética e aumento dos níveis de hormônios são os principais motivos que levam ao surgimento dos pelos no buço. Mas, independente da causa, todas as mulheres querem eliminar esses "pequenos notáveis".

Na guerra contra os pelos indesejáveis, existem diferentes técnicas disponíveis na atualidade. Algumas mulheres gostam de usar pinça ou uma linha no estilo depilação egípcia, enquanto outras preferem removê-los com cera quente ou creme depilatório. Já as mais práticas, buscam o método de depilação a laser para não precisarem se preocupar com o buço por um bom tempo.

Além da preocupação em remover os pelos, o público feminino ainda precisa ficar atento à segurança que o método escolhido oferece, isso porque, muitos deles podem causar danos à pele. É o caso da cera quente ou do creme depilatório, que podem deixá-la vermelha, inchada e, muitas vezes, com manchas – devido à exposição solar. O dermatologista Fernando Macedo indica o laser como a melhor saída para as mulheres que buscam segurança e eficácia para acabar de vez com o bigode feminino, sem sentir dor e nem danificar a pele. "A grande vantagem do laser é a possibilidade de se eliminar definitivamente os pelos da região".

Porém, nem todos os lasers possuem a mesma tecnologia. É preciso buscar aqueles que conseguem atingir pelos finos, como os da face. "Existe uma tecnologia de laser que emite pulsos muito curtos que permitem a ação em pelos finos. Ele atua de maneira mais eficiente que os lasers tradicionais e com muito menos dor", ressalta o dermatologista.

Segundo o médico, são necessárias de 5 a 12 sessões, variando conforme a característica de cada pessoa, com intervalo de um mês entre cada uma, para se ter ótimos resultados e garantir a região livre dos indesejáveis pelos.

Últimas notícias

Comentários