Ferroanel pode ficar só no projeto

Uma solução para o trânsito da região metropolitana de Belo Horizonte, a interligação das cidades por meio do transporte sobre trilhos, chegou a ser cogitada pelos órgãos públicos, mas ainda não saiu do papel

por Marcelo Fraga 02/03/2015 09:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Geraldo Goulart/Encontro
A criação do Ferroanel, que pode ajudar a minimizar os problemas no trânsito da região metropolitana de BH, surgiu em 2012, mas tudo indica que ficará apenas no papel (foto: Geraldo Goulart/Encontro)
O trânsito caótico das ruas e avenidas da capital e das demais cidades que compõem a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) poderia ser amenizado utilizando as ferrovias existentes no entorno dessas cidades. Essa é a ideia do projeto de criação do Ferroanel, que prevê a modernização da malha ferroviária da RMBH e a implantação do transporte de passageiros por meio dos trens urbanos.

A possibilidade de criação de um Ferroanel foi divulgada em 2012 pela secretaria de Gestão Metropolitana de Minas Gerais e previa três linhas – num total de 500 km de extensão – que interligariam importantes cidades do interior à Belo Horizonte, como Sete Lagoas, Divinópolis, Ouro Preto, Conselheiro Lafaiete e Brumadinho. Além disso, o projeto previa também ramais que levariam os trens até o aeroporto de Confins e, ainda, ao Instituto de Arte Contemporânea Inhotim.

De acordo com a MRS Logística, que atualmente administra parte da malha ferroviária da RMBH destinada ao transporte de cargas, ficou sob sua responsabilidade, à época, fazer um estudo de viabilidade técnica do Ferroanel. Por meio de nota enviada à Encontro, a MRS informa que os estudos foram concluídos em 2013 e entregues ao governo do estado. Ainda de acordo com a empresa, o objetivo do trabalho era "diagnosticar os possíveis traçados do Ferroanel e analisar a viabilidade técnica, econômica e ambiental".

Editoria de Arte
Clique para ampliar e ver a região a ser atendida pelo projeto do Ferroanel (foto: Editoria de Arte)


A previsão do executivo estadual, divulgada ainda em 2012, era de que os projetos de engenharia ficassem prontos em fevereiro de 2013 e o edital fosse divulgado no segundo semestre do mesmo ano. A execução das obras ficaria a cargo de uma parceria público-privada.

Procurada pela Encontro, a secretaria de Gestão Metropolitana de Minas Gerais informou, por meio de sua assessoria de comunicação, que não poderia se pronunciar sobre projetos que estão sob sua responsabilidade, já que os mesmos se encontram suspensos por tempo indeterminado devido à transição do governo estadual.

Últimas notícias

Comentários